quinta-feira, 31 de maio de 2012

MINAS NOVAS: JORNAL AMERICANO PUBLICA ARTIGO DE ALUNO DO CURSO DE MEDICINA

Joismar Rodrigues, de Minas Novas, desenvolveu uma pesquisa inédita sobre a dor de cabeça.

“Prevalência e impacto das cefaleias avaliadas pelo Programa de Saúde da Família”; este é o título do artigo produzido por Joismar Manuel Rodrigues, aluno do 11º período do curso de Medicina da UNIFENAS, campus de Belo Horizonte. Seu trabalho, que segundo o autor é inédito no Brasil, foi divulgado no periódico Headache (The Journal of Head and Face Pain), publicação oficial da Sociedade Americana de Dor de cabeça dos Estados Unidos.

Foto: arquivo pessoal - “Felizmente experimentei muito prazer em sua execução, o que torna o caminho menos laborioso”, diz Joismar sobre a produção do artigo.
Em linhas gerais, o artigo orientado pelo professor dr. Ariovaldo da Silva Junior, um dos coautores, foi desenvolvido na cidade mineira de Capela Nova, junto a equipe de saúde da família. Uma das propostas foi a identificação de pessoas com dor de cabeça no período de um ano. O que de acordo com Joismar possibilitou definir as características epidemiológicas da dor de cabeça “bem como as associações com determinantes sociodemográficas, que foram confrontadas com a literatura disponível”.
Para acessar a publicação de Joismar, clique aqui

Bolsista do Probic/UNIFENAS (programa de bolsa de iniciação cientifica da Universidade), Joismar se diz satisfeito com a publicação, pois retrata a sua dedicação às atividades de pesquisas, iniciadas no 2º período do curso de Medicina. “Considero que o caminho a percorrer ainda é longo, mas sem dúvida, esta publicação representa o produto de algo que comecei a cultivar há algum tempo”, afirmou o acadêmico.

Joismar divide a autoria do seu trabalho com os docentes Ariovaldo Silva Júnior, Marcelo Bigal, Luiz Vasconcelos, Rodrigo Gomez, Abouch Krymchantowski, Pedro Moreira Filho e Antonio Teixeira.

Por Everton Marques, da Unifenas

MUNICÍPIOS DO VALE LIDERA ESTATÍSTICAS DE DESMATAMENTO DA MATA ATLÂNTICA


Entre os municípios campeões de desmate, três estão em Minas, são elas: Águas Vermelhas (Norte de Minas), Jequitinhonha e Ponto dos Volantes (Vale do Jequitinhonha), 1º, 3º e 5º, respectivamente.

A taxa de desmatamento da Mata Atlântica voltou a apresentar uma leve queda entre 2010 e 2011, em relação à perda de cobertura florestal que havia ocorrido no biênio anterior (2008 a 2010), mas os dados levantam a bandeira vermelha de que o bioma mais devastado do Brasil continua sendo ameaçado.


Essa é a interpretação feita pela SOS Mata Atlântica e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que divulgaram nesta terça, 29, o Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica.

Olhando apenas a estatística, a devastação praticamente ficou estável. No biênio 2008- 2010, o desmate tinha sido de 31.195 hectares - cerca de 15.500 por ano. Entre 2010-2011 (período de um ano) foi de 13.312 ha ou 133 km². Mas houve aumento significativo na Bahia e em Minas, líderes no ranking do desmate (mais informações nesta página). E justamente esses Estados estiveram muito cobertos por nuvens durante a observação pelo satélite (cerca de 60% de visualização).

"Não posso afirmar que parou ou diminuiu o desmatamento porque grande parte de Bahia e de Minas não foi avaliada. Certamente se eu tivesse imagens - como esses são os Estados mais críticos - teríamos observado mais desmatamento ali", explica Marcia Hirota, coordenadora do Atlas pela SOS Mata Atlântica.

Além disso, no levantamento anterior haviam sido mapeados 16 dos 17 Estados originalmente cobertos pela Mata Atlântica e neste foram somente dez. Em Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Sergipe e Rio Grande do Norte, a análise foi impossibilitada pela ocorrência de nuvens. Piauí não foi avaliado em nenhuma ocasião. "Vimos queda em termos absolutos, mas se tivesse todas as informações, provavelmente esse total seria maior."

Segunda Márcia, a ameaça na Bahia e em Minas, onde o problema já tinha sido identificado no levantamento anterior, são os fornos de carvão. O alvo são sobretudo as regiões com as chamadas "matas secas", um tipo de vegetação que lembra a do Cerrado e por isso às vezes é confundida com ele. Mas pela lei da Mata Atlântica, de 2006, não é.

Entre os municípios campeões de desmate, três estão em Minas (Águas Vermelhas, Jequitinhonha e Ponto dos Volantes, 1º, 3º e 5º, respectivamente), formando o que especialistas chamaram de "triângulo do desmatamento". Lá, a pressão é dos fornos.

Para a equipe, apesar de o total de desmate parecer pequeno, os dados são significativos porque restam 7,9% de Mata Atlântica no País, quando analisados os fragmentos com mais de 100 hectares - tamanho considerado representativo para a conservação da biodiversidade.

Código Florestal. Mario Mantovani, diretor de Políticas da Mata Atlântica, alerta que o dado também é significativo diante da mudança do Código Florestal. Apesar de a lei da Mata Atlântica prevalecer sobre o Código, garantindo a proteção ao bioma, ele reduz a necessidade de recomposição de mata ciliar que tenha sido desmatada. Na avaliação dos especialistas, para a Mata Atlântica, a recuperação é até mais importante, visto que a maior parte já está destruída.

Isso põe em risco, segundo eles, o fornecimento de água das grandes cidades, como São Paulo.

terça-feira, 29 de maio de 2012

VERGONHA: COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO DNIT SUSPENDE LICITAÇÃO DA BR-367

Comunicado oficial não justifica o porquê da suspensão do processo de licitação e nem informa por quanto tempo.

O DNIT – Departamento Nacional de Infra-Estrutura Terrestre, órgão do Ministério dos Transportes, através de sua Diretoria de Administração e Finanças, publicou, na sexta-feira, dia 25.05.2012, no Diário da União, na seção 3, nº 101, um comunicado de suspensão da Concorrência N 104/2012-00, cujo objeto é:

“Seleção  de empresa(s) especializada(s) para elaboração de Estudos, Projetos Básico e Executivo de Engenharia para Implantação e Pavimentação de Segmentos da Rodovia BR-367/MG. Subdividido em 02 (dois) lotes”.


Trocando em miúdos: o Ministério dos Transportes suspende possibilidades de asfalto da BR 367 , nos trechos de Minas Novas-Chapada do Norte-Berilo-Virgem da Lapa , no Médio Jequitinhonha; e Almenara-Jacinto-Salto da Divisa, no Baixo Jequitinhonha, ambos no nordeste de Minas Gerais.

Despacho do DNIT cancelando
o processo licitatório
A íntegra do Aviso de Suspensão é o seguinte:

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS
ASSESSORIA DE CADASTRO E LICITAÇÃO
AVISO DE SUSPENSÃO
CONCORRÊNCIA N104/2012-00

Comunicamos a suspensão da licitação supra citada, publicada
no D.O.U. em 12/04/2012, Seção 3, Página 117. Objeto: Seleção de empresa(s) especializada(s) para elaboração de Estudos, Projetos Básico e Executivo de Engenharia para Implantação e Pavimentação de Segmentos da Rodovia BR-367/MG. Subdividido em 02 (dois)lotes. Brasília, 24 de maio de 2012.
CARMEN REGINA LINHARES PEREIRA RESENDE Presidente da Comissão Permanente de Licitação

*Texto extraído do Blog do Banu

Confira aqui, no endereço eletrônico abaixo. Do lado esquerdo da página, na primeira coluna, o comunicado é a terceira publicação:


Para ver postagens sobre a BR-367 no Blog do Jequi Clique Aqui

Comentário do Blog do Jequi

A pavimentação do trecho ainda faltante (Almenara-Jacinto-Salto da Divisa e Minas Novas-Chapada do Norte-Berilo-Virgem da Lapa) da BR-367 já virou piada com o sofrido povo do Vale do Jequitinhonha. Infelizmente, só na semana passada (25/05/2012) postei no Blog do Jequi dois acidentes em trechos da BR que constantemente, pela precariedade das estradas, mata famílias do Jequitinhonha. 

O Governo Federal, na pessoa da presidenta Dilma Rousseff, precisa urgentemente não só asfaltar toda a BR-367, mas, pelo menos, sinalizar a rodovia, que vem vitimando famílias, principalmente no trecho Almenara-Salto da Divisa, que possui pontes (se é que pode se chamar de ponte), que, se não bastasse a precariedade da mesma, não há sequer uma sinalização.

Basta! Participe da campanha pelo asfaltamento completo da BR-367, Clique Aqui
Assine a petição pública clicando aqui  

Elaboramos uma pequena mensagem como sugestão a ser enviada a todas as autoridades federais:

"Senhor Deputado,

Nós, moradores do Vale, reivindicamos de V.Exa. que interpele o DNIT- Departamento de Infra-estrutura Terrestre sobre os motivos da suspensão  do Processo de Licitação Edital 0104/12-00, cujo objeto é “Seleção  de empresa(s) especializada(s) para elaboração de Estudos, Projetos Básico e Executivo de Engenharia para Implantação e Pavimentação de Segmentos da Rodovia BR-367/MG. Subdividido em 02 (dois) lotes”.

Desta forma, o Ministério dos Transportes suspende as possibilidades de asfalto da BR 367, nos trechos de Minas Novas-Chapada do Norte-Berilo-Virgem da Lapa , no Médio Jequitinhonha; e Almenara-Jacinto-Salto da Divisa, no Baixo Jequitinhonha, ambos no nordeste de Minas Gerais.
Mais ainda: exija que tal medida seja revogada para não atrasar ainda mais as poucas obras de infra-estrutura existentes no Vale e acelere o processo da execução da pavimentação pelo PAC II.

Como deputado federal bem votado na região do Vale do Jequitinhonha, acreditamos que V.Exa. tem esta atribuição e deverá assumir tal compromisso.

Atenciosamente,

(Nome -  CPF /Titulo Eleitoral – email)  

Os deputados federais eleitos mais votados no Vale do Jequitinhonha estão aí embaixo. Registramos o nome e a quantidade de votos obtida nas eleições de 2010 na nossa região.
Cobre deles, mande mensagens exigindo soluções ou encaminhamentos para o asfaltamento da BR 367, nos trechos que ainda faltam.
1 FABINHO RAMALHO PV 52.209 votos – dep.fabioramalho@camara.gov.br

2 ADEMIR CAMILO PDT 36.903 votos – dep.ademircamilo@camara.gov.br

3 BERNARDO SANTANA PR 35.779 votos - dep.bernardosantana@camara.gov.br

4 RODRIGO DE CASTRO PSDB 29.559 votos - dep.rodrigodecastro@camara.gov.br

5 LEONARDO MONTEIRO PT 20.904 votos - dep.leonardomonteiro@camara.gov.br

6 ZÉ SILVA PDT 16.176 votos - dep.zesilva@camara.gov.br

7 GILMAR MACHADO PT 15.610 votos - dep.gilmarmachado@camara.gov.br

8 TONINHO PINHEIRO PP 14.696 votos - dep.toninhopinheiro@camara.gov.br

9 MARCUS PESTANA PSDB 12.274 votos  - dep.marcuspestana@camara.gov.br

10 RENZO BRAZ PP 10.006 votos - dep.renzobraz@camara.gov.br

11 NEWTON CARDOSO PMDB 8.763 votos - dep.newtoncardoso@camara.gov.br

12 CARLAILE PEDROSA PSDB 8.355 votos - dep.calailepedrosa@camara.gov.br

13 REGINALDO LOPES PT 7.133 votos- dep.reginaldolopes@camara.gov.br

14 GEORGE HILTON PRB 7.073 votos - 
dep.georgehilton@camara.gov.br

15 EROS BIONDINI PTB 7.038 votos - dep.erosbiondini@camara.gov.br

16 SARAIVA FELIPE PMDB 6.917 votos - dep.saraivafelipe@camara.gov.br

17 GABRIEL GUIMARÃES PT 6.734 votos  - dep.gabrielguimaraes@camara.gov.br

18 PAULO ABI ACKEL PSDB 6.472 votos – dep.pauloabiackel@camara.gov.br

19 BILAC PINTO PR 5.990 votos -  dep.bilacpinto@camara.gov.br

20 EDUARDO AZEREDO PSDB 5.657 votos - dep.eduardoazeredo@camara.gov.br

21 ARACELY DE PAULA PR 5.384 votos - dep.aracelydepaula@camara.gov.br

22 WELLINGTON SALGADO PMDB 5.283 votos - dep.wellingtonsalgado@camara.gov.br

23 EDUARDO BARBOSA PSDB 5.222 votos - dep.eduardobarbosa@camara.gov.br

A mensagem acima – após as devidas adaptações -  pode e deve ser enviada principalmente a

Presidenta Dilma Roussef
Fale direto com a Presidenta
https://sistema.planalto.gov.br/falepr2/index.php
Clique no link acima, faça seu cadastro e registre sua mensagem.

PAULO SÉRGIO PASSOS
Ministro dos Transportes
Esplanada dos Ministérios, Bloco "R" - 6º Andar - Sala 600
Brasília – DF – CEP: 70.044-900
E-mail: paulo.passos@transportes.gov.br
Tel: 55 (61) 2029.7001/7002/7003/7004/7863 – FAX: 55 (61) 2029.7876

Jorge Ernesto Pinto Fraxe 
Diretor Geral do DNIT
Telefone: (0xx61) 3315-4101/4102
Fax: (0xx61) 3315-4050

Superintendência Regional do DNIT em Minas Gerais
Sebastião Donizete de Souza
Telefones : (31)-3057-1500 / 3057-1501/ 3057-1502.


segunda-feira, 28 de maio de 2012

VERTENTES VARIADAS: LUCINHO CRUZ, DE ALMENARA, LANÇA DISCO EM BH

Com sonoridade eclética, o disco Barracão brasileiro, do cantor, compositor e violonista Lucinho Cruz, foi lançado no dia 26/05/2012, no Boi Lourdes (Av. Getúlio Vargas, 1.238, Savassi). 

Lucinho Cruz. Créditos: Rosana Soares

Inspirado na cultura do Vale do Jequitinhonha, o disco passeia por diversas vertentes musicais e mescla, de maneira harmoniosa, elementos da MPB, pop, xote, samba e reggae. O CD ultrapassa a fronteira da música regional, sem negar as raízes do artista. 

Barracão brasileiro reúne 12 faixas, sendo quatro assinadas por Lucinho: Além do olhar, Você de lá, Samba do dia quatro e De mal com o trabalho, além de parcerias com Lima Júnior, Fabinho do Terreiro e Marcelo Moreno.

Também integram o repertório composições de Juraildes da Cruz e Gonzaga Medeiros, que marca presença na canção Trem bonito. Outra participação especial é do violeiro e cantor Pereira da Viola na faixa de domínio público Zé baio. Maiores Informações: (31) 3077-9562.

domingo, 27 de maio de 2012

EM GREVE, ALUNOS E DOCENTES DA UFVJM PROTESTAM


Em greve desde a última semana, professores e alunos da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri realizaram uma manifestação na cidade de Teófilo Otoni, a 454 km de Belo Horizonte (MG), na tarde de quinta-feira, 24.


O grupo reuniu-se às 13h na praça Tiradentes e seguiu às 14h30 pelas principais ruas do município com palavras de ordem e pedindo o apoio da população na causa. No último dia 17, 27 universidades e dois institutos federais anunciaram a adesão à greve nacional.

De acordo Fernando Leitão, presidente da Associação dos docentes do Mucuri (Adom), professores e alunos estão unidos para melhorias da Universidade. "Essa greve nacional tornou-se última saída para lutarmos pelos nossos direitos. Estamos lutando por reajuste salarial e melhores condições de trabalho", afirmou Leitão.

Manifesto que circula em rede social (facebook)
A passeata foi finalizada, por volta das 16h30, na porta da prefeitura da cidade. Durante o ato, estudantes e docentes também cobraram a melhoria do acesso provisório à universidade e o prazo de finalização do acesso definitivo.

A prefeita Maria José Haueisein Freire recebeu representantes do movimento e prometeu intervenções no acesso provisório, mas destacou que, devido à falta de recursos e entraves contratuais, não é possível definir um prazo para a conclusão do acesso definitivo.

Além disso, o atraso das obras estaria ligado também ao mau tempo, que tem atrapalhado o cumprimento do calendário de entrega. A informação repassada por Leitão foi confirmada pela assessoria de imprensa do órgão.

Fonte: Terra

sábado, 26 de maio de 2012

MAIS UM: CARRETA COM CIGARRO CLANDESTINO CAI EM PONTE NA BR-367

Armadilha de madeira

Poderia ser cômico se não fosse trágico, esse é o sentimento que cresce no subconsciente dos moradores das cidades que usam a BR 367 trecho Almenara- Salto da Divisa.

Parece até imagem repetida, porém tenho a triste nota: é mais um acidente pra entrar pra lista da estatística de ocorrência das nossas estradas. Quem convive ou usa esse trecho não se choca mais com a enorme quantidade de acidentes que ocorrem neste pequeno pedaço de estrada.

Em um menos de 100km, somos obrigados a correr risco em mais de sete pontes de madeiras sem conservação ou cuidados especifico.

Hoje (24-05-2012) não foi diferente. Por volta das 5:00 horas da manha uma carreta carregada de cigarros veio a tombar na ponte  do “córrego do padre”. A identidade do motorista e o seu destino até o fechamento desta reportagem eram desconhecidos. Sabendo apenas que o mesmo abandonou o veiculo e a carga, segundo informações de populares que estavam no local, a carga é um produto de contrabando.

Grande parte da carga foi saqueada por algum dos moradores de Salto da Divisa, uma vez que o local do acidente fica há aproximadamente 2km da cidade.


Até quando vamos esperar a boa vontade dos órgãos “competente”em perceberem que essas pontes estão tirando a vida de muitas pessoas.

A Policia Rodoviária manteve a ordem e o bom andamento dos trabalhos durante todo o dia, deste o momento do acidente, até a retirada do veiculo. Esteve presente na ocorrência O Cb Pêgo e o Sgt Warley.

Postado por Ezequias Fotografo

sexta-feira, 25 de maio de 2012

LIMINARES DETERMINAM RESTAURAÇÃO DE ESTAÇÕES FERROVIÁRIAS EM ARAÇUAÍ

Ações Civis Públicas ajuizadas pelo MPMG visam à preservação de bens de grande importância para a comunidade.

Estações ferroviárias na zona rural de Araçuaí serão restauradas. O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) garantiu judicialmente que a prefeitura desocupe os imóveis e realize medidas emergenciais para preservá-los. Foram ajuizadas duas Ações Civis Públicas (ACPs) contra o município. Uma delas requerendo a preservação da Estação Ferroviária no distrito de Engenheiro Schnoor, e a outra, a proteção da Estação Ferroviária na comunidade de Alfredo Graça.

As ações foram propostas pelo promotor de Justiça de Araçuaí Randal Bianchini Marins e pelo coordenador estadual de Defesa do Patrimônio Cultural e Turístico de Minas Gerais, promotor de Justiça Marcos Paulo Miranda.

Perícias realizadas pelo MPMG constataram o péssimo estado de conservação dos imóveis, além de terem identificado a existência de moradores nos locais. As duas estações são objetos de preservação por parte do patrimônio público.

A Estação Ferroviária de Engenheiro Schnoor foi tombada pelo Município de Araçuaí em 2006, tendo grande importância para a comunidade e estimado valor cultural. Para os autores das ACPs, "não se trata apenas de questão de sensibilidade, mas sim de descumprimento da Constituição Federal e de toda legislação que tutela o patrimônio cultural".

Estação Ferroviária de Engenheiro Schnoor

Para o juiz de Direito Eduardo Monção Nascimento, a demora em reparar os danos causados poderia impossibilitar a restauração devido à degradação do imóvel. Dessa forma, foi concedida liminar determinando medidas judiciais e/ou extrajudiciais para a desocupação do imóvel e medidas emergenciais para a sua preservação. O MPMG requereu ainda que seja dado uso público ao imóvel para que cumpra sua função social. Esse pedido não foi atendido em liminar e segue para decisão final nas ACP’s. A liminar relativa à Estação Ferroviária de Engenheiro Schnoor é de 16 de abril deste ano. O número do processo é: 0013676-56.2012.

A Estação Ferroviária de Alfredo Graça, também de grande importância cultural para a região, foi protegida pelo município por meio de inventário, instrumento previsto constitucionalmente, caracterizado como cadastro de bens de valor sociocultural.


A liminar, que determinou a retirada dos moradores e a adoção de medidas emergenciais para a preservação do imóvel, foi deferida em 2 de maio deste ano. O número do processo é: 0013684-33.2012.


Fonte: MPMG

quinta-feira, 24 de maio de 2012

BRANCO DI FÁTIMA É DESTAQUE NA LITERATURA MINEIRA

Autor de textos premiados em diversos concursos literários, o poeta e
jornalista Branco Di Fátima é blogueiro do Portal Uai

Nascido em Diamantina (MG), mas criado em Minas Novas, onde estudou nas escolas estaduais Dr. Agostinho da Silva Silveira e José Bento Nogueira, Branco Di Fátima destaca-se cada vez mais na literatura mineira. Por ser do Vale do Jequitinhonha, presenciou toda riqueza cultural da nossa querida região, onde frequentava também a terra natal de seu pai, Chapada do Norte.

Depois de concluir o ensino fundamental em Minas Novas, se aventurou em São João Evangelista (MG), onde fez o ensino médio e técnico no Instituto Federal Minas Gerais (IFMG).

Formou-se em Jornalismo pela PUC Minas e fez pós-graduação em Produção e Crítica Cultural. Morou por mais de um ano em Dublin, capital da Irlanda, aprimorando os seus estudos.

Autor de dois livros, Branco Di Fátima publicou em 2007 ‘Ruas vazias de gente’ (poesia). No ano seguinte organizou a obra ‘Outros olhares - debates contemporâneos’ (artigos), em parceria com o cientista político Moises Augusto Gonçalves, que reúne textos de importantes intelectuais brasileiros.


Participou, ainda, de diversas coletâneas, das quais se destacam a ‘Antologia Poética Flipoços’ (2010) e a ‘Antologia Poética do Vale do Jequitinhonha’ (2011), além da ‘IX Antologia da Universidade Federal de São João del Rei’ (2009).

Foi premiado em vários concursos literários, como os 1º, 2º e 3º lugares na Noite Literária do Festivale (Festival da Cultura Popular do Vale do Jequitinhonha), além de vencer o Concurso de Poesia Adélia Prado. Ficou, ainda, em 2º lugar no Festival de Crônicas Jornalísticas Roberto Drummond.

Em 2010 teve o poema, ‘Eu signo’, premiado no Festival Nacional de Literatura de Poços de Caldas, no qual concorreram mais de 3.500 escritores de todos os estados brasileiros. Dos 41 selecionados para compor o livro do festival, somente cinco eram de Minas Gerais, dentre eles Branco Di Fátima. Cerca de 500 escritores mineiros almejavam uma vaga nesta obra.

Eu Signo

O mundo do rio é de água,
e eu rio.

O mundo do rio deságua,
e eu mar.
As águas do rio são palavras,
e eu falo.

As margens do rio são de areia,
e eu leito. Fanado.

As pedras do rio se transformam,
em seios. Deleito.

                                                         O rio é linguagem de seres aquáticos,
                                                           e eu signo.

Atualmente, Branco Di Fátima faz mestrado em “Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação” no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), em Portugal, onde reside.

Pelo destaque literário foi convidado pelo portal de notícias Uai, juntamente com a jornalista Maria Silvério, para contarem um pouco da cultura, costumes e notícias sobre a vida na Europa, no Blog Alfandegário.

Aberto para parceria, trabalhos criativos e criações coletivas, Branco Di Fátima, com o seu belíssimo trabalho, vem se consolidando na literatura mineira, sempre com o espírito do Jequitinhonha, facilmente percebido nos seus poemas e artigos.

Veja Mais:
Blog Alfandegário – www.dzai.com.br/alfandegario/blog/alfandegario
Página Pessoal – www.brancodifatima.blogspot.com.br

quarta-feira, 23 de maio de 2012

MAIS UM ACIDENTE NA "PONTE DA MORTE" NA BR-367 REVOLTA INTERNAUTA

Dia 30 de maio é a licitação do Projeto, vamos ficar de olho!

"Senhores,
Vocês continuam a ignorar os alertas. A falta de sinalização e OS ACIDENTES CONTINUAM ACONTECENDO na ponte, próxima a Salto da Divisa, mais um carro caiu, felizmente sem vítimas fatais. E os prejuízos?

A ponte é mais um absurdo da falta de sinalização, É PERIGOSA DEMAIS.


UM CAMINHÃO GUINCHO ESTEVE NO
LOCAL PARA RETIRAR O VEÍCULO

Pergunto pela milésima vez: Há alguém com coragem para me enviar o primeiro projeto da estrada? o que houve com o dinheiro investido na Minas Sul?

A quem pertence a empresa ASTECA, que já recebeu milhares em dinheiro e a estrada não muda nada?

O DER de Jequitinhonha, já fez milhares de patrolamentos da estrada, mas não tem coragem de sinalizar o local.

UM JOGA A CULPA NO OUTRO

O DNIT é outro irresponsável e omisso, larga a estrada sem cuidados.
DIA 30/05/2012 VEM AÍ. O VALE ESTÁ DE OLHO. FORA DER DE MINAS GERAIS E FORAM MINAS SUL.

ABRE O OLHO DNIT, ESTAMOS ALERTAS SOBRE A LICITAÇÃO".

FONTE: RODRIGO ALMEIDA CAMPOS / JACINTO-MG, Radar do Vale, via Blog do Banu

terça-feira, 22 de maio de 2012

MINAS NOVAS: CAMPANHA PELA REFORMA DA IGREJA SÃO PEDRO

A Igreja São Pedro está em reforma e a PARÓQUIA SÃO PEDRO DO FANADO precisa de sua ajuda. A igreja, que já está em reforma precisa correr contra o tempo pois a partir de Outubro do corrente ano as Igrejas Matriz São Francisco e Rosário serão fechadas pelo Patrimônio para ser realizadas reformas.


Sendo assim, quem quiser contribuir com qualquer quantia, segue abaixo o número da conta para depósito. Lembrando que foi aberto uma conta conjunta em nome do Pároco Padre Célio e de Maísa (Hospital) que é Ministra da Eucaristia.

Dados para deposito
Banco do Brasil
AGÊNCIA: 1097-9
CONTA CORRENTE: 21.973-8.

Qualquer dúvida, entrar em contato diretamente pelo telefone: (33) 3764-1303.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

FÓRUM DA MULHER JEQUITINHONHA, DIAS 24 E 25 DE MAIO. PARTICIPE!

A Universidade Federal de Minas Gerais, por meio da Pró-Reitoria de Extensão, do Programa Pólo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha e o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a mulher - NEPEM, em parceria com a Prefeitura Municipal de Itaobim e a Fundação de Arte de Ouro Preto - FAOP realizarão nos dias 24 e 25 de maio de 2012, na AABB - Associação Atlética Banco do Brasil, Av. São Roque, 872, bairro Santo Antônio, Itaobim/MG, o evento “II Fórum da Mulher do Jequitinhonha- 2012.


O Fórum será um espaço para compartilhar as vivências, dúvidas e dificuldades das mulheres do Vale do Jequitinhonha, e contará com a participação de convidados em discussões sobre os temas: “Mulheres: Participação e Controle Social, ”Comunidades Tradicionais: identidade e diversidade”, “Boas Práticas de organização de Mulheres” e “Criação de Conselho da Mulher nos municípios do Vale do Jequitinhonha”.

Durante o evento será realizada a leitura da Carta da Mulher do Jequitinhonha, elaborada no I Fórum, e deliberado seu encaminhamento para os órgãos competentes. Também, no encontro, acontecerá o lançamento do Álbum da Mulher.

Contamos com a sua participação!

Maiores informações: www.ufmg.br/polojequitinhonha
www.itaobim50anos.com.br
(31) 3409-4067

Programa Polo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha
II FÓRUM DA MULHER DO JEQUITINHONHA

24 e 25 de Maio de 2012
Local: AABB - Associação Atlética Banco do Brasil, Av. São Roque, 872, bairro Santo Antônio, Itaobim/MG
COORDENAÇÃO: Maria das Dores Pimentel Nogueira
Maria Alice Braga

PROGRAMAÇÃO

24/05: quinta-feira
8:00 -9:00: INSCRIÇÃO - EXIBIÇÃO DE FOTOS DAS MULHERES DO VALE
9:00 -9:30: ABERTURA OFICIAL

Coordenadora do Fórum Intergovernamental de Igualdade Racial e Assessora para Assuntos Federativos da SEPPIR: MARIA DO CARMO FERREIRA DA SILVA
Prefeito Municipal de Itaobim: JOÃO PEREIRA DOS SANTOS
Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Mulheres: ELIANE PIOLA
Presidente da Fundação de Arte de Ouro Preto: ANA PACHECO
Pró-Reitora Adjunta de Extensão e Coordenadora do Programa Polo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha: MARIA DAS DORES PIMENTEL NOGUEIRA (MARIZINHA NOGUEIRA)
9:30: CONFERÊNCIA DE ABERTURA

Conferencista:

MARIA DO CARMO FERREIRA DA SILVA - Coordenadora do Fórum Intergovernamental de Igualdade Racial e Assessora para Assuntos Federativos da SEPIR.
11:00: DEBATE
12:00 - 13:30: ALMOÇO
13:30 - 16:00: MULHERES: PARTICIPAÇÃO E CONTROLE SOCIAL
MARLISE MATOS – Professora do Departamento de Ciência Política da UFMG
FLÁVIA ROBERTA BARBOSA FRÓIS- Representante do Conselho da Mulher do município de Capelinha

DEBATE

16:00 - 16:30 – INTERVALO
16:30 - 18:00: Leitura da Carta da Mulher do Jequitinhonha
Encaminhamentos
Lançamento do Álbum da Mulher/ Exibição de fotos das Mulheres do Vale.

25/05: Sexta-feira
8:30 - 10:30
PALESTRA: Comunidades Tradicionais: identidade e diversidade.
ADERVAL COSTA FILHO - Professor do Departamento de Sociologia e Antropologia da UFMG.
DEBATEDORAS:
SANETE ESTEVES DE SOUZA - Secretaria Nacional dos Quilombolas.
CLEONICE MARIA DA SILVA – Mulher indígena – Aldeia Cinta Vermelha – Araçuaí.
10:30 - 11:00 – INTERVALO
11:00 - 12:30

Boas Práticas de organização de Mulheres
Associação Minasnovense de Promoção ao Lavrador e a Infância da Área Rural (AMPLIAR) – Minas Novas

ACOBAPA / Itinga – Rosalina Mendes da Cunha Silva
Associação Jenipapense de Assistência à Infância (AJENAI)
Acompovo – (a confirmar)
12:30 - 14:00: ALMOÇO
14:00 - 15:30

Boas Práticas de organização de Mulheres
Grupo Cantinho da Saúde – Terezinha da Silva Santos
Grupo Mulher de Bem com a Vida – Arabela da Costa Ramos
Grupo Comunitário Sagrado Coração de Jesus – Valdívia Maria dos Santos
Grupo de Oportunidades AMAI – (a confirmar)
15:30 - 17:00

Encaminhamento Final do II Fórum da Mulher do Jequitinhonha
Criação de Conselho da Mulher nos municípios do Vale do Jequitinhonha
Coordenação: MARLISE MATOS
17:00 - 18:00 : ENCERRAMENTO
MARIA ALICE BRAGA

MARIA DAS DORES PIMENTEL NOGUEIRA (MARIZINHA NOGUEIRA)
Apresentação Artística

sábado, 19 de maio de 2012

Minas Novas: Campanha marca Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes


Movimento marcou a data nacional em protesto à exploração sexual de crianças e Adolescentes em Minas Novas.


A exploração sexual de crianças e adolescentes em grandes empreendimentos é uma das maiores preocupações de defensores de direitos humanos. De acordo com a socióloga e consultora da Agência Nacional dos Direitos da Infância (Andi), Graça Gadelha, ainda não há ações concretas para evitar essas violações, mas existem algumas organizações da sociedade civil que estão se empenhando para minimizar os impactos das grandes obras na vida de crianças e adolescentes.

“Um dos maiores desafios é o impacto das grandes obras na questão da exploração sexual de crianças e adolescentes. Temos um conjunto de obras, que inclui siderúrgicas, hidrelétricas, as obras do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento], além da questão dos megaeventos, que causam impacto direto na vulnerabilidade de crianças e adolescentes”, disse Graça.


As violações em grandes obras são o tema da campanha que marca hoje (18) o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescente. Segundo Graça, a situação no Norte e no Nordeste é mais complicada. “Essas regiões já têm um histórico de vulnerabilidade e de omissão do Poder Público em relação às ações voltadas para a afirmação de crianças e adolescentes”.

Um relatório sobre violações de direitos humanos nas obras das usinas hidrelétricas de Santo Antonio e Jirau (RO), publicado pela Plataforma Brasileira de Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais (Dhesca Brasil) no ano passado, mostrou que o número de homicídios dolosos cresceu 44% em Porto Velho entre 2008 e 2010.

Além disso, a quantidade de crianças e adolescentes que foram vítimas de abuso ou exploração sexual aumentou 18%. O relatório também mostra que o número de estupros cresceu 208% em Porto Velho entre 2007 e 2010. Segundo o documento, a explosão populacional foi um dos principais fatores que provocaram o aumento dos índices de violência.


Um documento contra a exploração sexual de menores em grandes empreendimentos será entregue nesta sexta-feira a representantes da Frente Parlamentar Mista da Criança e do Adolescente. De acordo com a coordenadora do Comitê Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, Karina Figueiredo, o objetivo é mostrar quais são os desafios que envolvem o tema. “Queremos mostrar quais são as prioridades que temos de pautar para que a gente consiga mitigar um pouco os prejuízos que essas obras têm causado na vida de crianças e adolescentes”, disse.

Para ela, é necessário mostrar à sociedade, de maneira mais clara, a diferença entre abuso e exploração sexual. “O abuso sexual, embora seja mais denunciado, quando é identificado, aparece [para a sociedade]. A exploração sexual não, talvez porque ainda seja algo muito natural para a sociedade. A culpa fica muito em cima da menina, as pessoas dizem que ela é explorada porque é sem-vergonha, porque a mãe não cuida”.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído por lei federal, em alusão a 18 de maio de 1973, quando a menina Araceli, de apenas 8 anos, foi raptada, drogada, estuprada, morta e carbonizada por jovens da classe média alta de Vitória (ES). Apesar de sua natureza hedionda, o crime prescreveu e os assassinos ficaram impunes.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Polícia Federal apreende madeira Irregular usada na fabricação de instrumentos musicais no Vale do Jequitinhonha

Agentes da Polícia Federal flagraram cinco proprietários de oficinas de instrumentos musicais usando madeira ilegal em cinco cidades mineiras, entre elas Matozinhos. A Operação W2 foi realizada na última quinta (10), para cumprimento de mandados de busca e apreensão em fábricas caseiras em Belo Horizonte, Nova Lima, Matozinhos, Ouro Preto e Monte Formoso, Vale do Jequitinhonha. 
Imagem divulgação -
Polícia Federal
A ação dá continuidade à Operação Woodstock. Nas cinco cidades, os profissionais usavam Jacarandá da Bahia na fabricação de violões e guitarras. A madeira está em extinção e consta na lista CITES - Convenção Internacional da Flora e Fauna Silvestre Ameaçadas de Extinção entre os exemplares de utilização comercial proibida.

Os luthiers - profissional que fabrica instrumentos musicais artesanalmente - foram interrogados e liberados. Eles responderão por crime ambiental, previsto pelo Código Penal, e podem pegar até quatro anos de detenção. A PF não divulgou a quantidade de madeira apreendida.

Fonte: Polícia Federal

Blogger Themes

2leep.com

 
Powered by Blogger