sexta-feira, 21 de março de 2014

TSE LIVRA PREFEITO E VICE DE FRANCISCO BADARÓ DE CASSAÇÃO

O TSE – Tribunal Superior Eleitoral deu parecer favorável a Antônio Sérgio Mendes (PV) e Antônio Reginaldo Martins Moreira(PT), prefeito e vice de Francisco Badaró, no Vale do Jequitinhonha, nordeste de Minas, em processo de cassação movido pelo Ministério Público Estadual. A decisão foi divulgada no dia 13 de março.

O prefeito de Francisco Badaró, Sérgio Mendes (direita), e o vice-prefeito Antonio Reginaldo (de camisa vermelha) – Foto: Divulgação
No dia 13 de agosto do ano passado, a Corte do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE) reverteu a cassação do mandato de Sérgio Mendes e do seu vice, Antônio Reginaldo, após ambos terem sido cassados pela Justiça Eleitoral de Minas Novas por captação e gasto ilícito de recursos financeiros na campanha eleitoral.

O Ministério Público Estadual recorreu da decisão e a defesa do prefeito impetrou recurso para anular a cassação.

Os documentos foram remetidos ao TSE de Brasília que teve como responsável o Ministro João Otávio de Noronha.

O Ministro seguiu a opinião da Procuradoria-Geral Eleitoral de Minas pelo não conhecimento do agravo interposto pelo Ministério Público Estadual, e acatou a decisão do TRE em favor do prefeito e vice.

Entenda o caso

Antônio Sérgio Mendes teve seu mandato cassado no dia 9 de abril, através de sentença do juiz da Comarca de Minas Novas, Eduardo Rabelo Thebit Dolabela, que acatou denúncia do Ministério Publico sob alegação de graves irregularidades na prestação de contas da campanha eleitoral da coligação que elegeu Mendes.

Na decisão, o juiz determinou a realização de novas eleições. Mendes recorreu da decisão e, através de liminar, permaneceu à frente da prefeitura.

O caso foi julgado no TRE no dia 8 de agosto porém sem decisão final, após empate de 2 a 2 no plenário. Com o resultado, a Juíza Alice Birhal pediu vistas no processo para analisar melhor o caso.

“A juíza não formulou seu voto por escrito, decidindo apenas acompanhar o voto do relator Virgílio Almeida Barreto, contrário à cassação. A decisão ainda cabe recurso junto ao TSE-Tribunal Superior Eleitoral. Cabe ao Ministério Público, que fez a denúncia, recorrer ou não”, disse por telefone ao jornal Gazeta, o assessor de imprensa do TRE, Rogério Tavares.

Na sessão do dia 8, votaram a favor da cassação do diploma do prefeito, os juízes Carlos Alberto Tomaz e Maurício Ferreira.

No entanto, os juízes Virgílio Barreto e Aluisio Diniz votaram pela reversão da cassação, argumentando que as irregularidades apontadas nas contas de campanha de Sérgio Mendes, são irrelevantes e não comportavam a cassação de mandato.

Por três votos a dois, os juízes do Tribunal entenderam que as irregularidades encontradas nas prestações de contas da campanha não tinham relevância a ponto de levar a cassação do mandato.

O relator do caso foi o juiz Virgílio de Almeida Barreto. Não satisfeito com a decisão do TRE-MG, o Ministério Público Eleitoral recorreu ao TSE que manteve a decisão da justiça eleitoral mineira.

Via Gazeta de Araçuaí

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger