domingo, 1 de setembro de 2013

CHAPADA DO NORTE-MG: POPULAÇÃO SOFRE COM ABASTECIMENTO DE ÁGUA HÁ DUAS SEMANAS

Copanor culpa a falta de chuvas na região pela escassez de água. Já moradores reclamam da obra da barragem sobre o rio Capivari.

Barragem sobre o rio Setúbal é alvo de críticas de moradores. Lago é usado como campo de futebol
A população de Chapada do Norte-MG, Vale do Jequitinhonha, convive com a falta de abastecimento normal de água há mais de duas semanas, o que vem causando grandes transtornos a todos. Boa parte da população chegou a receber durante a última semana em suas casas água potável, mas a quantidade distribuída pela Copanor foi insuficiente para acabar com o problema encontrado.


Empresa informa falta de água.
A situação ainda continua crítica. Moradores do bairro Céu Azul são os mais prejudicados, tendo em vista que o abastecimento tem sido menor que em outros pontos da cidade. Muitas famílias estão comprando caixas de 2.000 mil litros para usar como reservatório, mas ainda assim não é suficiente para muitos dias.  A Copanor tem furado alguns poços artesianos, sem sucesso. A empresa promete durante a semana distribuir água em caminhão pipa, mas já adiantou que o problema só acabará caso chova urgentemente.

População reclama de obras

Alguns moradores reclamam, além do período de seca que atinge a região, de obras realizadas recentemente numa barragem sobre o rio Capivari. Um possível erro técnico quanto ao local onde foi feita a barragem sobre o rio Capivari é apontado como um dos problemas para a captação de água pela Copanor.

Moradores sofrem com a falta de água em Chapada
do Norte-MG. Foto: Facebook Samuel Santos

As fotos da barragem atualmente é chocante. No local, só se vê lama. Hoje, um campo de futebol é usado para a prática de esportes, tamanha a quantidade de lama no local.

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    2 comentários:

    so em uma roda disse...

    Isso é uma vergonha..a copanor e a chuva não tem nada aver com isso,mas sim da obra da barragem sobre o rio Capivari.
    obra mau-feita..até quando o povo chpadeiro vai aguentá esse situação ,,isso é uma vergonha..

    carlos soares disse...

    Faça seu manifesto. Envie comentários, para mobilizarmos, alguns de nossos representantes estaduais ou federais. Carlos Soares. Tel.: (33)8802-7941 - Chapada do Norte – MG; 03 de Setembro de 2013.
    Desde o surgimento da vida na Terra, a água é o elemento mais importante para a sobrevivência de todos nós. Mesmo assim, a humanidade tem desperdiçado este recurso. Dados da ONU de 2006 revelam que até 2050 mais de 45% da população mundial não terá acesso à água potável. Chapada do norte já é realidade, não cabe apontar erros ou acertos realizados com barragem. Esta era uma solução brilhante para minimizar a falta de água na sede, mas erros aconteceram em sua engenharia.
    A Copanor empresa responsável de fornecer água à população, iniciou suas atividades no município sem nenhuma política convincente para resolver problemas de falta de água já esperados. A copanor é solução? Sim. A empresa foi criada pela Lei 16.698/07, de acordo seu Art. 1º § 2º - A subsidiária se responsabilizará pela gestão dos serviços a que se refere o caput nas localidades em que venha a atuar, mantendo nível de qualidade equivalente ao dos serviços prestados pela Copasa-MG. O senhor Frank Deschamp Lamas - Diretor Presidente da Copanor já esteve em audiência pública em Chapada do Norte, conhece bem nossa realidade, trabalhos executáveis são muitos à fazer pela Copanor, mas não vejo luz à serem acesas pela empresa. Enquanto isso à favor do humilde e “passivo” povo chapadense fica à espera. Não tem críticas à administração municipal, pois cobranças são feita diariamente via telefonemas e pessoalmente nos respectivos gabinetes em BH.
    Teremos ano de eleição em 2014 já começamos ver diversos deputados em nosso município.
    Em Chapada temos diversos deputados com representação expressiva no cenário nacional e estadual, e que foram votados por nosso povo, vejamos:
    DEPUTADOS FEDERAIS:
    GILMAR MACHADO: 180 DIEGO ANDRADE: 567 BERNARDO SANTANA: 961 ADEMIR CAMILO: 70 MARCUS PESTANA: 711 BILAC PINTO: 343 RODRIGO DE CASTRO: 1.111 JOSÉ SILVA: 106
    DEPUTADOS ESTADUAIS
    CÉLIO MOREIRA: JAYRO LESSA: LUIZ HENRIQUE: ALENCAR DA SILVEIRA JR:
    NEILANDO PIMENTA: ANDRÉ QUINTÃO: AGOSTINHO PATRUS
    A falta de água é fator primordial na vida humana, e pode causar grande impacto negativo na tradicional FESTA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DOS HOMENS PRETOS DE CHAPADA DO NORTE, Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Minas Gerais.
    Expressão de religiosidade e de fé, a Festa de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte é uma celebração que, a mais de dois séculos, movimenta irmãos, fiéis, comunidade e a população do Médio Jequitinhonha. Fruto da devoção dos membros da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte, a Festa é, ao mesmo tempo, símbolo e síntese de identidade e de tradição de Minas Gerais. Expressa a dimensão cultural-religiosa da população de Minas manifestada de diferentes formas em praticamente todo o estado.
    A Festa se enquadra no que se convencionou chamar de Patrimônio Cultural Imaterial que, por definição da Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO de 2003, se aplica:
    Assim, o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA/MG no uso de suas atribuições legais – amparado pela legislação estadual Decreto-Lei nº 45.505 de 2002 – e de suas competências técnicas, após ampla coleta de documentos, desenvolvimento e aprofundamento das pesquisas técnicas necessárias à elaboração do processo de Registro, chegou à conclusão que existem todos os elementos exigidos para o reconhecimento da Festa de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Minas Gerais, e a sua respectiva inserção no Livro de Registro de Celebrações.


    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger