segunda-feira, 29 de abril de 2013

Quilombolas de Virgem da Lapa, no Alto Jequitinhonha, são beneficiados com pintainhas do Minas Sem Fome

No dia 10 de abril, cerca de 35 famílias quilombolas de Rosário de Cima, em Virgem da Lapa, no Alto Jequitinhonha, receberam do Programa Minas Sem Fome 525 pintainhas e 700 quilos de ração. Esta é a sexta comunidade incluída no Projeto de Avicultura desenvolvido em Virgem da Lapa que recebe este benefício. Segundo Edgard Gleizer Oliveira, extensionista de agropecuária da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), a estimativa é que 150 pessoas desta comunidade sejam diretamente beneficiadas com a criação de pintainhas poedeiras.

Esta é a sexta comunidade incluída no Projeto de Avicultura 
desenvolvido em Virgem da Lapa que recebe este benefício
Edgard Oliveira relata que iniciativas como esta, do Minas Sem Fome, faz muita diferença para as famílias do Alto Jequitinhonha.

- É uma oportunidade que os agricultores familiares tem de ver a diferença entre a produção de ovos da galinha caipira e da galinha poedeira. Os agricultores familiares desta região tem dificuldade para adquirir pintainhas e rações. A comunidade quilombola do Rosário de Cima está entre estas famílias, por isso, acompanhando as pintainhas poedeiras, cada agricultor recebeu um saco de 20 quilos de ração para iniciar a produção.

A previsão é que em até três meses as pintainhas se desenvolvam e produzam ovos para consumo familiar e venda de excedentes. A produção de ovos excedentes já tem destino garantido no próximo semestre de 2013. "Eles serão destinados às escolas municipais de Virgem da Lapa por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Até lá as pintainhas cresceram e a comunidade ganha tempo para participar da próxima chamada pública. Os ovos gerarão renda complementar e quando as aves não produzirem mais, poderão ser consumidas pelas famílias".

É isso o que espera a líder comunitária e produtora familiar, Maria Creuza de Souza Barros da Silva, que está criando dez pintainhas. Casada e mãe de três filhos, a agricultora familiar faz o que pode para ajudar na renda da família. É doceira, faz merendas para vender e, por isso, sua expectativa para as pintainhas é grande. "Quando elas crescerem e começarem a botar, vão ajudar muito. Não vou precisar comprar ovos e eu gasto muito para fazer as merendas. Adorei! Ao invés de comprar, vou vender. Elas vão me ajudar muito", declara.

O técnico da Emater-MG Edgard Oliveira relata que a comunidade do Rosário de Cima foi escolhida porque notamos que a tendência da agricultura familiar na localidade é muito grande. É uma comunidade que vive da agricultura familiar. Uma comunidade que já foi beneficiada anteriormente com mudas frutíferas para o pomar doméstico e grãos para a lavoura. E, agora, vê uma oportunidade de melhorar a renda familiar com a criação de galinhas poedeiras.

Creuza Silva participa da Associação dos Quilombolas do Rosário de Cima e de Baixo, fundada há três anos. Com propriedade, ela agradece e reivindica:

- Nós precisamos de muitas coisas aqui na comunidade. Recebemos o certificado de quilombolas há dois anos e todos os benefícios são bem vindos. Da mesma forma que as mudas de laranjas puxaram as pintainhas, esperamos que as pintainhas puxem outras melhorias para a comunidade.

Edgard Oliveira informa que o Programa Minas Sem Fome, no município de virgem da Lapa, só é possível de ser executado por meio da parceria efetivada com a Prefeitura Municipal, através da secretaria de Agricultura municipal, Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS) e Emater-MG.

 Fonte: www.emater.mg.gov.br

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger