sábado, 13 de abril de 2013

DIAS DAS MÃES IMPULSIONA OTIMISMO DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO VALE DO JEQUITINHONHA


Pesquisa mostra que mais de 60% dos empresários têm boas expectativas para o segundo trimestre deste ano.

As micro e pequenas empresas mineiras estão mais otimistas para os resultados do segundo trimestre em comparação com o primeiro trimestre. O tradicional aumento nas vendas decorrente do Dia das Mães pode ter influenciado o resultado positivo. É o que mostra a Pesquisa de Expectativas das MPE Mineiras – 2º Trimestre de 2013, feita pelo Sebrae em Minas Gerais com 563 proprietários de pequenos negócios de Norte a Sul do estado, dos setores de Comércio, Serviços, Indústria e Construção Civil. 


De acordo com estudo, 68,8% dos entrevistados preveem melhoras para o segundo trimestre. O Índice de Expectativa (IE), que mede a confiança dos empresários em relação ao desempenho do negócio, foi de 55 pontos em abril, maio e junho; número maior que os 53,9 pontos observados nos primeiros três meses do ano. 

Os empresários das regiões Sul, Jequitinhonha e Mucuri foram os que apresentaram os maiores IE do estado: 56,3 pontos. Os setores de Serviços (IE: 55,4), Indústria (IE: 55,3) e Comércio (IE: 55,1) foram os mais otimistas. Segundo os entrevistados, a previsão para esse trimestre é de aumento do faturamento da empresa e da utilização da capacidade instalada. Já a expectativa da quantidade de funcionários e os investimentos em infraestrutura, máquinas e equipamentos não devem sofrer alterações. 

Ainda segundo o levantamento, o setor de Serviços é o que mais espera aumento no faturamento e nos custos operacional e financeiro da empresa. Já o Comércio prevê manutenção da utilização da capacidade instalada, dos investimentos em infraestrutura, máquinas e equipamentos e da quantidade de funcionários. Os empresários da região do Rio Doce são os que mais torcem por um aumento do faturamento, seguido pelos do Centro e Sul de Minas. Em relação a contratação de mão de obra, a região do Jequitinhonha e Mucuri é a que mais pretende contratar funcionários. 

A pesquisa do Sebrae em Minas Gerais também mostrou a relação das micro e pequenas empresas mineiras com os fornecedores e empresas concorrentes. De acordo com o estudo, mais de 51,5% dos entrevistados nunca realizam parcerias com empresas concorrentes. Entre os motivos apontados pelos empresários está a falta de interesse no relacionamento com os competidores (37,9%) e o desconhecimento de formas para realização de parcerias (19,3%). 

No Comércio, há maior parcela de estabelecimentos que nunca realizaram vendas conjuntas. As compras conjuntas são menos usuais na região do Triângulo Mineiro, visto que 86,7% dos entrevistados indicaram nunca ter realizado parceria com concorrentes nesse sentido. A pesquisa também identificou o grau de dependência das micro e pequenas empresas mineiras em relação aos fornecedores. A maior parte das entrevistadas conta com mais de um fornecedor. O estudo mostrou ainda que cerca de 10% dos pequenos negócios mineiros possui certificação de qualidade de processos ou produtos. Acesse a pesquisa completa aqui.

Da Agência Sebrae de Notícias

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger