terça-feira, 26 de março de 2013

O BRILHO DO “SOM, DA LUZ E DA MÚSICA” DE MINAS NOVAS


O Som, a Luz e a Música de Minas Novas surpreenderam quem estava na Praça da Gruta neste final de semana. Depois de um susto com a chuva que insistia em cair, o céu se abriu para deixar a banda (digo, os artistas locais) tocar. Só não teve sol porque, além de ser noite, o brilho tinha que vir do palco para iluminar a festa.
PROJETO SONS NO VALE MINAS NOVAS, MG, 03-2013
FOTO: ANDRE FOSSATI/CONFLUENCIA
Minas Novas também mostrou que valoriza bastante a cultura regional, predominante na apresentação. Várias músicas tocadas eram de autoria de artistas da terra. Um dos pontos mais altos foi a apresentação da banda Tambozeiros Rei Tiago, que levantou o público que cantou, dançou e repetiu versos: “Viva Nossa Senhora do Rosário! Viva! Canta ou não canta? Canta! Brinca ou não brinca? Brinca!(…)”.
 
PROJETO SONS NO VALE MINAS NOVAS, MG, 03-2013 
FOTO: ANDRE FOSSATI/CONFLUENCIA
PROJETO SONS NO VALE MINAS NOVAS, MG, 03-2013 
FOTO: ANDRE FOSSATI/CONFLUENCIA

O processo de criação surpreendeu Carina Camargos, que participou da oficina de Musicalização. “O mais interessante de tudo foi que a gente teve a possibilidade de criar. Fomos impulsionados a isso, fazer criação, e fizemos isso a partir dos conhecimentos que temos aqui da região mesmo”, disse.

PROJETO SONS NO VALE MINAS NOVAS, MG, 03-2013 
FOTO: ANDRE FOSSATI/CONFLUENCIA 
Quem também saiu satisfeito com o que conseguiu realizar foi Wellington Ramon, que participou das oficinas de Sonorização e Iluminação. “As oficinas ajudaram a aprender como ficam as coisas. Aprendemos como são os sons graves e os agudos. E, na iluminação, ficou mais fácil porque a gente sabe quando colocar a luz e para fazer o palco virar uma cena mais clara. Fizemos a luz ficar mais clara na hora dos toques do pessoal. Ficou muito bonito”, afirmou.

PROJETO SONS NO VALE MINAS NOVAS, MG, 03-2013 
FOTO: ANDRE FOSSATI/CONFLUENCIA 
Para encerrar o show, a música que é um dos clássicos do Jequitinhonha: Jequitivale, de Mark Gladston, filho de Minas Novas.

PROJETO SONS NO VALE MINAS NOVAS, MG, 03-2013 
FOTO: ANDRE FOSSATI/CONFLUENCIA
No domingo, teve a sessão de cinema com a exibição do documentário da cidade, que contou com a participação de seus personagens ilustres. Como o Mestre Antônio Bastião, que falou do oficio dos tambozeiros, tanto no filme, quanto nas visitas feitas pela equipe do projeto. “Os tambores conversam com Deus, conversam com os anjos, onde estão os tambores tem paz, tem alegria”.

Mais fotos, Clique Aqui

Via Sons no Vale.

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger