domingo, 31 de março de 2013

FAZENDA EM MINAS NOVAS, VALE DO JEQUITINHONHA, SERVIU DE ESCONDERIJO PARA A MÁFIA ITALIANA


Tommaso Buscheta usou propriedade em Minas Novas nos anos 1970 e 1980.




Local era usado para esconder documentos, armas e drogas, segundo historiadores.

Uma fazenda em Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha, pode ter servido como fortaleza do tráfico para a máfia italiana nos anos 1970 e 1980. Investigações apontam que Tommaso Buscheta, um dos criminosos mais temidos, preso em 1983 em Santa Catarina, usou a propriedade como bunker para desenvolver uma rota de comércio com a Bahia e São Paulo.


A fazenda Alagadiço, comprada nos anos 1970 por italianos, hoje abriga uma reserva de eucaliptos. Buschetta chegou a montar uma estrutura de cidade no terreno, para impedir que funcionários saíssem do local com informações.


Além de pista de pouso, a fazenda abrigava uma escola para 200 crianças, supermercado, igreja e até um hospital com centro cirúrgico e incubadora. Coincidentemente, pouco depois da prisão do mafioso, a unidade de saúde faliu.

Um ex-funcionário, que não quer se identificar, afirma que políticos brasileiros frequentavam o local. 

— Eu tenho certeza que esse moço esteve lá sim. Tinha dois aviões de uma empresa de táxi aéreo romana, e uma movimentação grande de políticos, deputados federais, senadores.

O historiador Murilo Alvinho explica a opulência do local.

— A casa tinha dois objetivos. Precisava ter uma aparência de um vizinho rico, mas era uma enorme fortaleza, precisava abrigar todos os documentos e bens dessa máfia, como armas e drogas. Tem passagens secretas, quartos secretos, preparada para ser um bunker, uma fortaleza. 

O gerente da propriedade, João dos Santos, confirma a presença do italiano. 

— Para mim, todo mundo era inquilino. Mala eu via, mas não sabia o que tinha lá dentro. Às vezes vinham dois aviões, ou sozinho com a família dele.

Outro funcionário, que não quis ter o nome divulgado, afirma que maconha e cocaína eram transportados no meio de carregamentos de tomate para despistar a polícia.

Via Portal R7

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    1 comentários:

    nega camargos disse...

    a marfia era forte viu

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger