sábado, 1 de dezembro de 2012

CABO DA PM É PRESO EM ARAÇUAÍ APÓS FURTAR LAVRADOR


O Cabo Ramon Silva Santos, 33 anos, está na Polícia Militar há 13 anos. Ele já foi condenado pela justiça comum por disparo de arma de fogo em ruas de Turmalina e responde a processo disciplinar. Com sua prisão, ele poderá ser expulso da Corporação


O Cabo Ramon está na Polícia Militar há 13 anos.
O Cabo Ramon Silva Santos, 33 anos, que era lotado em Araçuaí (MG) poderá ser expulso da Polícia Militar. 

Ele está preso no Batalhão da Polícia Militar em Almenara, depois de furtar R$ 240 reais do bolso de um lavrador em Araçuaí (MG) no Vale do Jequitinhonha.

Ele foi autuado em flagrante. A denúncia do furto foi feita pelo lavrador João Coelho Ramos, 52 anos, residente na Comunidade Rural de Cruzinhas, município de Araçuaí.

Ele contou que trafegava por um rua do centro da cidade,  na manhã de quarta-feira (28) quando foi abordado pelo policial que lhe deu busca pessoal, furtando R$ 240 reais que estavam em seu bolso. 

O lavrador procurou o Comando da Polícia em Araçuaí que determinou a imediata apuração do caso.

Dinheiro estava na viatura

Após as buscas realizadas por policiais, o  dinheiro foi encontrado entre a capa e o encosto do banco traseiro da viatura usada pelo Cabo Ramon que recebeu imediata voz de prisão.

“É uma conduta inaceitável para um policial militar. Agimos com rapidez para apurar o delito que chocou a todos os integrantes da Corporação que zela pela conduta profissional, ética e moral”, informou o Tenente Gilamárcio Silva Rocha.

O Cabo Ramon já responde a processo administrativo disciplinar para avaliação da sua permanência na Polícia Militar. O processo está em fase final.

O policial já foi condenado a 2 anos e 5 meses  pela Justiça Comum por ter feito disparos de arma de fogo nas ruas de Turmalina e cumpria pena em regime semi-aberto.

Ele tentou ser candidato a vereador em Araçuaí pelo PCdo B  nas eleições deste ano mas, foi barrado pela Justiça Eleitoral em decorrência desta condenação.

Ele ingressou na Polícia Militar em abril de 1999.

“Ele será julgado por um Tribunal Militar. Se a denúncia for julgada procedente e houver condenação, ele poderá ser expulso da Polícia Militar”, avalia o Tenente Gilamárcio Silva.

Fonte: Gazeta de Araçuaí

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger