quinta-feira, 22 de novembro de 2012

HOMEM É MORTO, QUEIMADO E JOGADO ÀS MARGENS DE RODOVIA EM ARAÇUAÍ-MG


É o terceiro assassinato em pouco mais de um mês que a Polícia Civil de Araçuai se mostra incompetente para desvendar


Araçuaí (MG) no Vale do Jequitinhonha, amanheceu com a noticia de mais um crime ligado provavelmente ao tráfico de drogas.

Um homem identificado por Alex, mais conhecido por ET, de aproximadamente 21 anos, morador do bairro Canoeiro ( Mutirão) foi morto e depois queimado , durante a madrugada desta quarta-feira (21).

Alex pode ter sido vítima de execução cuja ordem pode ter partida de dentro do presídio da cidade
O corpo foi encontrado pela manhã,  às margens da rodovia que liga Araçuai à Itaobim, próximo à subestação da Cemig a 3 km da cidade. Ele não apresentava perfurações.

A polícia acredita que sua morte esteja ligada à outras duas execuções que ocorreram na cidade nos últimos 30 dias, quando dois jovens foram assassinados no bairro  onde morava Alex.  Todos tinham envolvimento com o tráfico de drogas.

“É quase certo que a ordem para estas execuções estejam saindo de dentro do presídio da cidade e  sendo dadas por um presidiário de nome André Alves, condenado a 13 anos por homicídio e tráfico. O motivo seria o fato destes elementos terem denunciado este preso”, informou um sargento da Polícia Militar.

De acordo com informações fornecidas à polícia pela família de Alex, na noite de terça-feira, um homem pilotando uma moto o procurou em casa e o chamou à porta. Em  seguida os dois saíram.

Pela manhã, uma irmã do rapaz foi chamada  para reconhecer o corpo. Muitos curiosos foram até o local. A perícia chegou por volta das 10 horas da manhã. Uma corda foi encontrada ao lado do corpo que foi removido para o IML de Almenara.

Até agora ninguém foi preso. A Polícia Civil diz que não pode confirmar a identidade do rapaz sem o exame de DNA.

Polícia Civil mostra incompetência para desvendar crimes em Araçuai

O Delegado de Araçuaí, Bernardo Pena Sales, não quis fornecer informações sobre o caso. Até agora são três assassinatos em menos de um mês que a Polícia Civil não desvendou, isto sem falar em outros homicídios que também não foram esclarecidos.

A sociedade se sente insegura e cobra  solução para a crescente onda de crimes na cidade , mas  não encontra respostas pela autoridade que por dever de ofício deveria cumprir seu papel de zelar pela ordem .

A  Polícia Civil, que tem autonomia de investigação,  vem se mostrando incompetente, inoperante, ineficaz  e incapaz de solucionar os inúmeros crimes ligados ao tráfico de drogas na cidade. Enquanto isso, a população, principalmente a mais carente, fica a mercê de bandidos.

Inquéritos e mais inquéritos se acumulam nas gavetas, petrificados pela incapacidade investigativa de uma polícia paga com o dinheiro do contribuinte, mas que se mostra cada vez mais desacreditada perante a opinião pública.

Já está na hora de se  fazer uma mudança geral  no quadro da Polícia Civil em Araçuaí, do delegado a investigadores.

A sociedade precisa reagir, levar ao conhecimento da Corregedoria  e das instâncias superiores do governo, estes descalabros  e escândalos que se acumulam dia após dia,  sem que ninguém tome uma providência. Até quando teremos de suportar este silêncio criminoso?

Por Sérgio Vasconcelos, do Gazeta de Araçuaí

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger