sábado, 1 de outubro de 2011

BR-367: SUPERVISOR DO DNIT AFIRMA QUE ASFALTAMENTO SÓ EM 2013

O engenheiro José Carlos Maia Ribeiro, supervisor em Minas Gerais do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) jogou um balde de água fria na fogueira dos prefeitos que exigem o imediato cumprimento da promessa de asfaltamento de trechos da BR-367 feita pela então candidata Dilma Rousseff, hoje presidente da República, durante sua visita ao Vale do Jequitinhonha em janeiro do ano passado.

Reunião da AMM, em Jequitinhonha, contou com
apenas 25 prefeitos da região do Jequitinhonha e Mucuri 
Esta obra não sai antes de 2013 devido às burocracias do DNIT”, disse o engenheiro durante reunião itinerante da Associação Mineira dos Municípios, realizada dia 28 de setembro na cidade de Jequitinhonha.
Engenheiro do DNIT, José Carlos Maia
O evento reuniu 25 prefeitos das regiões dos Vales do Jequitinhonha, São Mateus e Mucuri.



De acordo com ele a obra está desafiando as autoridades desde a década de 90. “Em 2000 foi entregue ao DER (Departamento de Estradas de Rodagens de MG) a responsabilidade de executar a obra. Na época, a Construtora Minas Sul, ganhadora da licitação iniciou o asfaltamento mas acabou falindo.

Após este episódio,segundo ele, o DER reassumiu a missão de fazer um novo projeto para a 367 mas o DNIT rejeitou porque não estava nos moldes exigidos pelo órgão.

“O DER acabou perdendo o interesse pela obra. Hoje a pavimentação está sob a responsabilidade do DNIT porém, os escândalos envolvendo o alto escalão do Ministério dos Transportes e do DNIT levaram a presidente da República suspender todas as licitações previstas no país, entre elas a da BR-367”, justificou o engenheiro.
  
“Será feito um novo projeto que precisa seguir trâmites legais. Infelizmente esta obra não tem condições de sair em menos de 2 anos. É preciso empenho dos prefeitos. É obra do PAC mas demanda tempo. Se projeto não for bem feito , o Tribunal de Contas da União (TCU) pode suspender. Não deixem devolver para o DER porque ele pode novamente se desinteressar pela obra”, finalizou o engenheiro.

A tônica da reunião itinerante da AMM girou em torno do asfaltamento da BR-367. Os prefeitos reclamaram do jogo de empurra-empurra que se transformou a realização da obra.
  
O presidente da AMM, Angelo Roncalli de Freitas, prefeito de São Gonçalo do Para, afirmou que a entidade vai se unir em torno da revindicação dos prefeitos para mobilizar o governador de Minas e a imprensa para sensibilizar o governo federal a agilizar o início da obra.

ONDE FICA A BR-367

A BR-367 é uma rodovia federal. Tem início em Diamantina, MG e término em Santa Cruz Cabralia, (BA), atravessando cidades do nordeste de Minas, cortando todo o Vale do Jequitinhonha, como Turmalina, Virgem da Lapa, Araçuai, Itaobim, Jequitinhonha, Almenara, Jacinto e Salto da Divisa.

Tambem passa por Porto Seguro, no litoral sul da Bahia, tendo sua extensão quase toda pavimentada por asfalto. Existem trechos de estrada de chão (entre os municípios de Jacinto e Salto da Divisa, Minas Novas- Chapada do Norte-Berilo-Virgem da Lapa).

Ainda é possível encontrar nessa rodovia, pontes estreitas de madeira, nos municípios de Chapada do Norte, Berilo, Virgem da Lapa, Jacinto e Salto da Divisa, onde só permite passar um carro por vez.

A promessa de asfaltamento desses trechos foi feita pela candidata Dilma Roussef, durante visita à Araçuai e Jenipapo de Minas em janeiro de 2010.

Apenas 25 prefeitos dos 100 convidados, compareceram à 2ª Reunião Itinerante da AMM cujo objetivo era entregar " agenda positiva dos municipios mineiros" ao presidente da Assembléia Legislativa, deputado Diniz Pinheiro, que não compareceu. Ele foi representando pelo deputado Inácio Franco, 2º vice-presidente da Assembléia.

Texto e fotos de Sérgio Vasconcelos, do Gazeta Araçuaí

Comentário do Autor do Blog:



Quando da inauguração da Barragem do Setúbal, em Jenipapo de Minas/MG, com a presença do ex-presidente Lula, a então candidata à sucessão do Lula, Dilma Rousseff, gritou a todo o vale que iria asfaltar a BR-367, com recursos do PAC 2.

Até o momento, pelo que tenho visto e acompanhado, nada se fez. Penso que se esperarmos por esse “milagre” sem exercer nenhuma pressão, manifesto ou cobrança, será mais uma promessa descumprida.

Acredito que todo vale deve estar engajado em exigir da presidente o asfaltamento da BR-367, não somente pela promessa, mas pela real necessidade de asfaltamento da estrada, que é uma vergonha. O crescimento econômico do vale necessita de uma rodovia asfaltada. Depois de uma universidade, não vejo, a médio e longo prazo, evolução maior para o vale, o asfaltamento da BR-367.


Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    1 comentários:

    Graciano disse...

    ai acontece a vergonha q ta acontecendo no trecho de chapada a berilo. Prefeitura de Chapada do Norte deixa de dar manutenção nas estradas vicinais (municipal) para poder tornar trechos da BR-367 transitavel. 2014 tem eleições novamente e até la se estende a promessa de asfaltamento da mesma, e nesta os politicos do vale reforçam a esperança: "não; asfalto vai sair." e a população pergunta: "afaslto?? esperar até quando??

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger