segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Coronel Murta: Polícia recaptura suspeito de ter matado prefeito da cidade

A Polícia Militar recapturou na tarde de domingo, 11 de setembro, José Lucas Martins Lopes, 26 anos, suspeito de ter assassinado com um tiro de chumbeira o então prefeito de Coronel Murta, Inácio Carlos Moura Murta, na noite de 28 de março de 2007. O prefeito foi morto dentro de casa quando assistia TV.

Acompanhado de um policial, Jose Lucas deixou o hospital São Vicente de Araçuaí às 22 horas de domingo. Ele ficará preso até o julgamento do caso Inácio Murta previsto para o final do ano.


José Lucas , estava em liberdade condicional concedida pelo Juiz da Comarca de Araçuaí, Walter Esbaille Júnior, porém, o livramento não foi cumprido em decorrência de restrições existentes contra ele no caso do assassinato do prefeito.

Ele deveria se apresentar no albergue de Araçuaí. No dia 1 de julho, o agente penitenciário João Áureo Ribeiro Júnior comunicou em relatório ao diretor do presídio de Araçuaí, Edmar Cassimiro que José Lucas não estava comparecendo ao albergue. No entanto, o diretor só comunicou o fato ao juiz, cinco dias após a comunicação do agente penitenciário.

José Lucas, 26 anos, estava foragido desde 1º de julho
Jose Lucas tentou fugir do cerco policial

José Lucas foi preso por volta das 14 horas no bairro Maria da Glória, em Coronel Murta, Vale do Jequitinhonha.


De acordo com o Cabo Vanildo, do destacamento da cidade, os militares faziam um patrulhamento de rotina quando avistaram José Lucas jogando sinuca em um bar na avenida Amazonas, no bairro Maria da Glória. Ao perceber a aproximação da viatura, ele tentou fugir pelos fundos, saltando muros de algumas residências. A polícia fechou o quarteirão e José Lucas acabou sendo preso no interior de uma construção abandonada próxima à escola Curumim. “ Ele não reagiu”, informou os policiais que participaram da prisão.

Levado para o destacamento local ele disse que não estava foragido e que estava trabalhando na cidade, retirando areia e que se apresentaria ao juiz no dia 20 de setembro, data em que testemunhas serão ouvidas sobre o assassinato do prefeito da cidade.
De acordo com os policiais, José Lucas disse que não se apresentou em juízo, porque soube através de terceiros que havia um mandado de prisão contra ele.
Após a prisão, os policiais passaram toda a tarde tentando localizar o delegado de Polícia de Araçuaí para comunicar o fato. “ Após o contato, no início da noite, foi autorizado o recebimento do preso no presídio Carlos Vitoriano em Araçuaí”, informou o Cabo Vanildo que participou da operação.
José Lucas foi encaminhado ao hospital São Vicente em Araçuaí para realizar laudo de corpo de delito. Ele apresentava pequenas escoriações no ombro provocadas durante a fuga. Após o exame, ele foi levado às 22 horas para o presídio da cidade e deverá aguardar preso o julgamento sobre a morte do prefeito que deverá ocorrer no final do ano.
José Lucas Martins Lopes tem uma extensão ficha criminal que inclui furtos e arrombamentos na cidade de Coronel Murta.


Participaram da sua prisão Cabos Ivanildo e Gama, além dos soldados Marcílio, Éderson e Amorim, lotados no destacamento da cidade de Coronel Murta.

Texto e fotos de Sérgio Vasconcelos , da Gazeta de Araçuaí, Via Portal Aranãs

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger