terça-feira, 9 de agosto de 2011

Berilo: Médico é libertado por falta de provas da Polícia Civil

Versão do advogado de defesa é que o Delegado é sensacionalista, além de querer promoção e de inventar provas.

* Matéria de Albano Silveira, o popular Banu, de Berilo.
Texto e Fotos: Blog do Banu - http://blogdobanu.blogspot.com/2011/08/berilo-berilo-medico-e-libertado-por.html


A cidade de Berilo, no Médio Jequitinhonha, no nordeste de Minas, acordou assustada na terça-feira, dia 02.08. Uma grande operação policial foi montada pela Polícia Civil. Mais de 10 viaturas com 22 policiais das cidades de Berilo, Minas Novas e Água Boa fizeram da cidade uma praça de guerra.


Policiais com armas de grosso calibre, com sirenas ligadas e viaturas cantando pneus assustaram a pacata cidade de Berilo.


Ao todo, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão por acusados de tráfico de drogas.


A pequena cidade de Berilo viveu um dia de guerra, 02.08, armado pela operação da Polícia Civil

Todos os mandados foram realizados em residências de usuários de drogas. Na casa do médico Jansen Lúcio, de 52 anos, foi encontrado uma pequena quantidade de maconha, em embalagem mexida, indicando que tinha sido usada. Em outra casa, também se encontrou droga, com Valdivino Silva. Os dois foram presos.

Nos outros mandatos, as pessoas foram ouvidas e liberadas.

A Polícia Civil fez grande estardalhaço, fazendo carreata pela cidade, em Chapada do Norte e Minas Novas. Levou os dois presos para a cadeia pública de Minas Novas, a 40 quilômetros de Berilo, como se tivesse prendido bandidos de alta periculosidade.

Dois irmãos de 20 e 23 anos, de Araçuaí, que moram com o médico, foram conduzidos à delegacia de Berilo, e, após depoimentos, foram liberados. Eles são pouco conhecidos na cidade, estando morando com o médico há poucos meses.


De acordo com o delegado da cidade de Turmalina, Felipe Pontual Meira Rosa, que comandou a operação, o médico era investigado há pelo menos cinco meses. Neste período, dois menores foram ouvidos pela polícia e confessaram ter mantido relação sexual com o clínico geral em troca de drogas. “Tínhamos informações de que o suspeito patrocinava festas e churrascos e na maioria havia drogas e jovens”, afirmou o Delegado.


O Delegado fez grande estadalhaço e deu o nome de Lobo Mau à operação policial, embora tenha cumprido mandados de busca e apreensão relacionados às drogas. Fez uma montagem de objetos em cima de uma mesa, com símbolos da Polícia Civil e tirou fotos para imprensa.Divulgou à Intertv e ao jornal Hoje em Dia tal fato. Outros jornais e sites não deram importância à operação policial. Até os sites tradicionais de notícias policiais não registraram o fato.


Montagem para foto do Delegado: seios de borracha, máscara, camisinha e símbolos da Policia Civil.


O advogado Múcio Amaral Murta contestou o Delegado e apontou várias falhas nas acusações apontadas pela operação e pelo inquérito policial. Ele afirma que a prsião do médico foi ilícita e desnecessária, pois Dr Jansen Lúcio é pessoa tranquila, contribuiu com os policiais, respondeu a todas as perguntas e não oferece perigò para a sociedade, muito pelo contrário.



Com seus argumentos, conseguiu convencer o Juiz de Direito e Promotor de Justiça de Minas Novas, que Jansen Lúcio é usuário de drogas, conforme confissão dele próprio, e não traficante como acusava o Delegado de Polícia. Ao mesmo tempo, provou que o médico não poderia ser acusado de pedófilo sem constar nenhuma reclamação ou Boletim de Ocorrência de pais ou crianças.


Recebido com gritos de alegria e foguetes

O médico foi liberado na tarde de sexta-feira, 05.07.11. A cidade de Berilo, onde o médico é muito querido, recebeu a notícia com foguetório. Dr Jansen é reconhecido pelo seu trabalho profissional, como pessoa tranqüila e de bom relacionamento humano, sem um inimigo sequer. Algumas pessoas condenam o seu comportamento de usuário de drogas, como também dele assumir publicamente sua orientação homossexual.


Acusação de pedofilia é contestada

O que mais assustou a população foi a acusação de pedofilia, pois não há nenhuma acusação de pais ou crianças neste sentido. A empregada doméstica Irani de Souza que trabalha com o médico há 15 anos informou que ele nunca se envolveu com crianças. Muito pelo contrário, ele sempre procurou proteger as crianças, inclusive as de sua família. As roupas infantis encontradas na casa são da família dela e outras encontradas no varal da casa vizinha.


Seio de borracha, fantasia de carnaval, utilizada pelo Delegado como prova de libidinagem.


O advogado Múcio Amaral informa que todos os mandatos de busca e apreensão foram referentes aos usuários de drogas. As peças encontradas e montadas pela Polícia Civil são suspeitas segundo o advogado. Uma peça de “seios de borracha” faz parte de fantasia de componentes do tradicional Bloco Carnavalesco Ressaca, encontrando-se tal peça em várias casas de Berilo. Camisinha encontra-se em qualquer posto de saúde e é indicado para uso para prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e roupas de crianças foram retiradas de varal da casa vizinha.


Múcio Amaral também informa que a quantidade de maconha encontrada não foi pesada e periciada no local. Já que a operação foi planejada porque não incluiu um perito?, pergunta o advogado. Além disso, Múcio afirma que Dr. Jansen assume sua homossexualidade e confessa ser usuário de drogas, mas nunca se envolveu com o tráfico, nem com relacionamento sexual com crianças.


Todo mundo conhece a personalidade de Dr Jansen, diz o advogado. Ele não liga para dinheiro, nem patrimônio. Todo traficante faz da venda de drogas sua fonte de renda e de poder e cria seu aparato de tráfico de drogas: armas pesadas, grupo de distribuidores (aviãosinho), ameaça e assassinato de concorrentes, balança de precisão e caderneta de anotações do comércio de drogas. Nada disso existe na casa, no consultório e na vida dele, conclui o advogado. 

Médico competente e respeitado

O médico Jansen Lúcio é clínico geral e gineco-obstetra, formado pela UFMG. É considerado um dos melhores médicos da região. É dificil conseguir agenda no seu consultório. Ao ser elogiado por várias pessoas, costuma dizer:"Sou simplesmente um instrumento de Deus para atender e salvar a vida das pessoas".


Quando ele foi libertado, alguns amigos perguntaram-lhe como ele se sentia, se estava com raiva ou ódio de alguém. Confessou estar tranquilo e feliz com a solidariedade, o apoio e carinho recebidos. Ele diz não ter temor, será tudo esclarecido e que a justiça será feita

Jansen é contratado pela prefeitura de Berilo desde 2009. Também trabalhou na cidade no período de 1997 a 2000. Entre 2001 e 2008, morou e trabalhou em Virgem da Lapa, mas sempre estava em Berilo, onde tem muitos amigos. Em depoimento na delegacia de Minas Novas ele afirmou que recebe mensalmente R$ 10 mil.


Onde fica Berilo


Berilo é um pequeno município do Médio Jequitinhonha, nordeste de Minas. Tem 12.320 habitantes (IBGE, 2010), sendo 2.550 moradores na cidade. Banhado pelos rios Araçuaí e Jequitinhonha, onde foi construída a Barragem de Irapé, na divisa com Grão Mogol; Faz divisa também com Francisco Badaró, Virgem da Lapa, Chapada do Norte, José Gonçalves de Minas e Josenópolis.

Fica a 540 km de Belo Horizonte, 40 de Minas Novas, 62 de Araçuaí , 334 de Montes Claros e 295 de Teófilo Otoni.

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger