sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Artistas, membros do 14 Bis, Paulinho Pedra Azul e outros, vão fechar a BR-381.

Pelo menos 11 pessoas morreram e outras 18 ficaram feridas em acidentes nas estradas que cortam o Estado entre a noite de sexta-feira (22) e a manhã da última segunda (25). Quatro pessoas da mesma família foram enterradas na segunda em Águas Formosas, no Vale do Jequitinhonha, e uma criança foi sepultada em Belo Horizonte. Elas perderam suas vidas depois que o carro em que estavam caiu em um córrego da cidade, no domingo (24). 

Acidente na BR-381
Segundo a Polícia Militar, Sérgio Fernando Stephano dos Santos, de 37 anos, foi o único a escapar com vida. Ele dirigia um Astra, com seis pessoas dentro, em uma estrada de terra, quando perdeu o controle ao passar sobre a ponte do Córrego Mutuca. O carro derrapou e caiu na água. Chovia bastante no momento do acidente. O motorista conseguiu sair do carro, mas as outras cinco pessoas que estavam no veículo ficaram presas às ferragens e submergiram junto com o automóvel. O veículo foi retirado do rio com auxílio de um guincho. 

Os corpos de João Hildo Almeida, de 36 anos, Vanusa Vitória Ramos, de 30 anos, Vitória Ramos, de 32 anos , Iago Vitória Ramos Almeida, de 9 anos, foram enterrados no Cemitério de Águas Formosas. Já o corpo de Diego Armando Ferreira Ramos, de 4 anos, foi sepultado em Belo Horizonte. Sérgio foi conduzido até a delegacia da cidade onde prestou esclarecimentos e foi liberado. Segunda, os corpos de Maria da Conceição de Almeida Silva e Naiara Jéssica Oliveira Silva, de 19 anos, mãe e filha do prefeito de Três Marias, Adair Divino da Silva, o Bem-te-vi (PSDB), também foram enterrados. Elas morreram em um grave acidente na noite de domingo, na altura do quilômetro 348 da BR-040, próximo ao município de Felixlândia, Região Central do Estado. 

Acidente na BR-381
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que um caminhão invadiu a contramão e bateu no carro em que o prefeito estava com a família. Após o acidente, o motorista fugiu sem prestar socorro às vítimas e ainda não foi localizado. Adair chegou a ser encaminhado para o Hospital Municipal de Felixlândia e foi liberado segunda para ir ao velório. Ele fraturou a clavícula e uma mão. Em um outro acidente, desta vez na BR-116, no quilômetro 775, um caminhão de placa MIE-7986 (SC) descia a rodovia quando o motorista teria perdido o controle da direção e batido em um ônibus da Viação Gontijo, que seguia para São Paulo. Quarenta e uma pessoas que saíram de Sobral, no Ceará, com destino à capital paulista estavam no coletivo. No local, 15 pessoas precisaram de atendimento médico e foram levadas para Hospital Casa da Caridade, de Leopoldina, onde duas morreram após dar entrada. Os Bombeiros precisaram lavar a pista, já que houve derramamento de óleo. Já em Prudente de Morais, na Região Central de Minas, duas pessoas morreram e outras três ficaram gravemente feridas depois de uma batida entre dois carros na MG-105. Segundo o Corpo de Bombeiros, um Ford Fox, de placa HNE-3020, de Belo Horizonte, bateu de frente com um Volkswagen Gol, de placa GNA-0451, de Funilândia, na altura do quilômetro 6. O motorista do Gol, Ricardo Rodrigues Freire, de 39 anos, morreu na hora. José Divino Pereira Goulart, de 43 anos, precisou ser levado para o Hospital Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, de helicóptero, mas não resistiu e faleceu no início da noite de segunda. Os outros três feridos passam bem. 

 Em João Monlevade – Artistas vão fechar a BR-381 em agosto 

Um grupo de artistas está organizando a interdição da BR-381, em João Monlevade, na Região Central de Minas, no dia 16 de agosto. Em vez de faixas, caixões e pneus queimados, os manifestantes vão fechar a “Rodovia da Morte”, como é conhecida, por cinco horas, com shows de bandas de música de todo o Estado. Entre João Monlevade e Belo Horizonte são 102 quilômetros e cerca de 200 curvas perigosas.

O protesto é organizado pelo médico Aggeu Marques, que também é músico, para cobrar do Governo Federal o início da duplicação da BR-381 ainda neste ano. “A ação é inédita no Brasil e tem o objetivo de causar impacto nas autoridades para agilizar as obras de duplicação da ‘Rodovia da Morte’. Eu estava ainda consternado com o acidente do 14 Bis e, logo que recebi a mensagem do Marcos Martino no Facebook, liguei para o Cláudio Venturini, produtor musical, que apoiou a ideia”, explicou Aggeu. Na manhã do último dia 17 de julho, um acidente com o ônibus da Banda 14 Bis, matou um produtor musical e deixou 12 pessoas feridas na BR-381, em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O motorista do ônibus alegou ter perdido o controle da direção ao desviar de uma caminhonete que seguia na contramão. O coletivo saiu da pista e caiu em uma ribanceira. No veículo estavam músicos, técnicos e integrantes do grupo. Além de Aggeu, já confirmaram presença a banda 14 Bis, Paulinho Pedra Azul, Maurício Gasperini, Toninho Horta, Márcio Greyck, Ana Cristina e Bauxita.

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger