quarta-feira, 21 de agosto de 2013

MÉDICO CAPELINHENSE MORRE EM ACIDENTE COM CAMINHONEIRO TAMBÉM DE CAPELINHA

Médico e caminhoneiros são de Capelinha.
Um grave acidente ocorrido no fim da noite dessa terça-feira (20), no contorno rodoviário da BR-381 em Coronel Fabriciano, envolvendo um caminhão e um automóvel, deixou duas pessoas mortas. 


O médico capelinhense ortopedista  Geraldo Domingos da Transfiguração Coelho, 70 anos, dirigia o Corolla, placas HHU 9020, de Ipatinga, e tentava atravessar a rodovia com seu carro, por voltas das 23h30, quando foi atingido pelo caminhão Mercedes Bens, placas GSW 5400, de Capelinha-MG.  Uma mulher que estava no carro, no banco do carona também morreu.


Médico e caminhoneiros são de Capelinha

A mulher não portava documentos e a princípio os socorristas acreditaram se tratar da esposa do médico, mas algumas pessoas que passaram pelo local afirmaram que a vítima seria a empresária Rosângela Soares, proprietária de uma agência de turismo, localizada no bairro Horto em Ipatinga.

Segundo testemunhas que conversam com o PLOX, o médico usou uma via de acesso, apontada pela Polícia Rodoviária como clandestina, para sair de Coronel Fabriciano, na altura no Bairro Mangueiras e entraram na rodovia no momento em que o caminhão seguia no sentido Ipatinga – Belo Horizonte. O carro do médico foi atingindo na lateral (seu lado) e arrastado por cerca de 50 metros. O médico e a mulher tiveram morte instantânea.

O motorista do caminhão, Jardel Pereira, de 26 anos, conversou com o Plox e confirmou a versão de que o médico teria entrado em sua frente vindo do bairro de Fabriciano pelo acesso “clandestino”.

Segundo Jardel, ele tentou, mas não conseguiu evitar o choque com o automóvel do médico.

Médico do Futebol Regional

Geraldo Coelho  especializou-se em ortopedia e cirurgia de joelho. Após ter atuado no Hospital Márcio Cunha de Ipatinga por 37 anos, passou a se dedicar ao atendimento de jogadores de futebol em alguns times do Vale do Aço.

Geraldo Coelho foi o médico do Ipatinga Futebol Clube e atualmente atuava no recém-criado time de futebol Novo Esporte. Ele também foi colaborador no Social de Coronel Fabriciano.

O médico, casado por mais de 40 anos com Milene Albeny, da tradicional família Albeny de Coronel Fabriciano, deixa cinco filhos. Luiz Felipe Coelho, Paulo Henrique e Ana Beatriz, que resolveram seguir a carreira do pai e também Ana Carolina, advogada e Letícia Albeny Coelho, formada em turismo.

Médico e caminhoneiros são de Capelinha

Uma curiosidade chama a atenção neste fato. O caminhoneiro, Jardel Pereira, que conduzia o caminhão que se chocou contra o carro do médico Geraldo Coelho é de Capelinha, localizada no Vale do Jequitinhonha. O médico também é natural de Capelinha. O caminhão chegava daquela cidade para atender a Aperam em Timóteo.


Os corpos ficaram presos nas ferragens do automóvel que ficou completamente destruído. Os bombeiros fizeram uso de equipamentos pneumáticos para cortar a estrutura.

Os corpos foram levados para o IML de Ipatinga.

Fonte: Flox Ipatinga, via Capelinha.net

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger