quarta-feira, 10 de abril de 2013

MINAS SEM FOME AJUDA A MELHORAR QUALIDADE DE VIDA DE FAMÍLIAS DO VALE DO JEQUITINHONHA


No sábado (6), foram inaugurados no assentamento Nova Esperança, em Santo Antônio do Jacinto, no Vale do Jequitinhonha, uma fábrica de farinha de mandioca e um sistema comunitário de abastecimento de água. As iniciativas beneficiarão mais de 100 famílias.

A fábrica de farinha beneficiará 50 famílias diretamente e mais 25 indiretamente. Foto: Divulgação

Os recursos para a realização das obras são provenientes da prefeitura e do Minas Sem Fome, programa estadual executado pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), por meio da Emater-MG.
Para a implantação da fábrica de farinha de mandioca, que foi construída em um lote cedido pela prefeitura, foram investidos cerca de R$ 66 mil. Foram adquiridos os seguintes equipamentos: ralador automático, prensa manual, forno motorizado, peneira classificadora, balança digital, balança mecânica, carrinho plataforma e seladora para sacos plásticos.

A gestão da unidade de processamento, que também produzirá polvilho e beijus, ficará sob a responsabilidade da Associação Nova Vista.

A iniciativa beneficiará 50 famílias diretamente e mais 25 indiretamente. De acordo com o extensionista da Emater-MG, Virgínio Neto, antes, as famílias produziam a farinha de mandioca em locais inadequados, o que, segundo ele, a partir de agora não acontecerá mais.

- Os agricultores familiares terão uma farinha de mandioca, polvilho e beijus em condições plenas de competir com o atual mercado na região, melhorando os preços e proporcionando melhor qualidade de vida aos beneficiados, disse Neto.

Abastecimento Comunitário de Água

O sistema comunitário de abastecimento de água instalado no assentamento Nova Esperança beneficiará 42 famílias. O sistema é constituído por um reservatório de água de 20 mil litros, 42 hidrômetros, uma motobomba e tubos de PVC. Os recursos, no valor de R$ 13 mil, são do Minas Sem Fome. Em contrapartida, a comunidade e a prefeitura contribuíram com a mão de obra.

Segundo Virgínio Neto, as famílias do assentamento Nova Esperança enfrentavam sérios problemas com relação ao abastecimento e qualidade da água utilizada, já que as famílias eram obrigadas a buscar água em locais distantes de suas casas.

- Com a implantação desse sistema de abastecimento, a comunidade terá água potável em quantidade suficiente para o suprimento de suas necessidades, diz.

Via Agência de Minas

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger