quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

PILOTOS RECLAMAM DA FALTA DE MANUTENÇÃO NO AEROPORTO DE ARAÇUAI


De acordo com os pílotos a pista está cheia de fendas onde crescem matos

Aeroporto de Araçuai foi inaugurado em 1948 e há décadas está sem manutenção. Há muitas rachaduras na pista.

Foto: Jornal Gazeta
Há mais de 20 anos, o aeroporto de Araçuai (MG) no Vale do Jequitinhonha, não passa por manutenção. O aeroporto foi inaugurado em 1948 como um campo de aviação. Seu asfaltamento ocorreu apenas na década de 80.

Atualmente, a pista de pouso e decolagem, com 1.200 metros, está toda trincada, bem como a área de taxiamento das aeronaves. “A média é de 20 voos mensais, informa o vigia do local.

“As pequenas pedras (britas) que se acumulam na pista,  batem nas hélices e provocam desgastes.  Por entre as fendas da pista está nascendo mato, bem como nas laterais. Com isso as rachaduras só aumentam”, alerta Giuseppe Lopes, instrutor de vôo e piloto da Net Aviation.

Para ele, a responsabilidade para realizar as obras de infraestrutura  é da Infraero-Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária-  que tem a competência de  promover a captação de recursos, em fontes internas e externas, a serem aplicados na administração, operação, manutenção, expansão e no aprimoramento da infraestrutura aeroportuária e de apoio à navegação aérea.

O que diz a Infraero

A Infraero tem um cronograma de obras para modernizar e ampliar a capacidade dos aeroportos.

Atualmente, estão em andamento, entre outras, as obras de Recuperação e Revitalização dos Sistemas de Pistas e Pátios, a Reforma e Obras Complementares do Terminal de Passageiros de grandes aeroportos do país, em decorrência da Copa do Mundo, totalizando 30 aeroportos.

Com relação ao aeroporto de Araçuaí, a Infraero sugere que ele seja incluído no ProAero- Programa Aéreo Portuário do Estado de Minas Gerais-

O quer diz o Governo de Minas

De acordo com a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas,a  seleção dos aeroportos que receberão recursos do ProAero,  foi baseada em uma distribuição estratégica no Estado, na densidade populacional, nas áreas econômicas, nas melhorias previstas no PAEMG - Plano Aeroviário do Estado de Minas Gerais e nos pareceres técnicos, resultado das vistorias realizadas pelo Comando da Aeronáutica em parceria com o Estado.

No Vale do Jequitinhonha, apenas os aeroportos de Diamantina e Almenara foram incluídos no programa.


Segundo o governo, dentre as intervenções previstas nessas cidades, estão a ampliação e reforma de pistas, implantação de balizamento noturno, construção de terminal de passageiros, de pátio de aeronaves e de seção contra incêndio, compra de Caminhões Contra Incêndio (CCI), de instrumentos de precisão e de equipamentos das salas de controle de voos

O governo de Minas anunciou, no início de janeiro que irá investir R$ 235 milhões para a melhoria da malha aeroportuária em aeroportos de 17 municípios até 2014.

Por Sérgio Vasconcelos, do Gazeta de Araçuaí
        

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger