quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

FALTA DE RECURSOS DA PREFEITURA PODE PREJUDICAR CARNAVAL DE DIAMANTINA. ADELTUR GARANTE CARNAVAL

Prefeito interino decretou estado de emergência financeira e administrativa.


BLOCO DIZ QUE SHOWS DA BARTUCADA E DA BAT-CAVERNA ESTÃO MANTIDOS

Prefeitura tenta manter infraestrutura para realização do carnaval em Diamantina (Foto: Eugenio Moraes/HOJE EM DIA/AE)
Questões políticas e financeiras podem prejudicar um dos mais tradicionais carnavais de Minas Gerais em 2013. A Prefeitura de Diamantina, na região do Alto Jequitinhonha, Minas Gerais, decretou estado de emergência financeira e administrativa e está fechada para o funcionamento externo. Com dívidas que somam cerca de R$ 5 milhões, pagamento de funcionários atrasado e cerca de R$ 300 mil em caixa, o prefeito interino Maurício da Paixão Maia tenta manter a infraestrutura para realização dos festejos carnavalescos, buscando ajuda do empresariado, de comerciantes e também do governo estadual. Por outro lado, gestores do principal bloco da cidade histórica garantem a realização das apresentações da Bartucada e da Bat-Caverna, marcas registradas da folia diamantinense.

Nesta segunda-feira (14), Maia reuniu-se com a secretária de cultura, Bya Betelli, representantes do comércio, empresários e Polícia Militar (PM). Segundo a assessoria da prefeitura, no encontro foi proposto o rateio dos custos do carnaval com comerciantes, possibilidade considerada inviável pelo presidente da Associação Comercial e Industrial de Diamantina (Acid), Guilherme Coelho Neves.


Segundo Neves, o comércio de Diamantina também passa por um momento de dificuldade. “Muitas empresas têm crédito a receber da prefeitura, o dinheiro que está deixando de circular por causa do pagamento atrasado começa a afetar o comerciante”, afirma. O presidente da Acid também acrescenta que os estudantes são em grande parte responsáveis pela movimentação da economia local e, por isso, a greve da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) em 2012 também causou perdas.

Segundo a prefeitura, a administração pública municipal estimava gastar entre R$ 900 mil e R$ 1 milhão para a realização da festa. Entretanto, com o fluxo de caixa negativo, o prefeito interino apresentou nesta segunda-feira a proposta de reduzir a estrutura do carnaval e os gastos para cerca de R$ 500 mil. Com a negativa dos comerciantes, a prefeitura agora tenta agendar nesta semana uma reunião com o governador Antonio Anastasia para buscar recursos junto ao estado.  Conforme a secretaria de Cultura, Bya Batelli, a verba seria usada para garantir toda a infraestrutura do carnaval, como limpeza urbana, pagamento de funcionários e funcionamento de serviços ligados à saúde e à segurança.



Bloco Biri Biri

De acordo com Guilherme Coelho Neves, o carnaval impulsiona o comércio local. “Com certeza, o impacto financeiro havendo um carnaval menor vai ser um impacto muito grande”, pondera. Mesmo com todo imbróglio, o presidente da Acid não acredita que não há riscos de o carnaval ser cancelado. “Pelo que eu pude observar não existe a possibilidade de não haver carnaval”, comenta referindo-se às apresentações da Bartucada e da Bat-Caverna.

Bloco Biri Biri garante apresentações da Bartucada
e da Bat-Caverna (Foto: Bartucada / Divulgação)
Os grupos integram o Bloco Biri Biri, que tradicionalmente se apresenta na Praça do Mercado Velho, onde se concentra grande parte dos foliões. No espaço, há uma área fechada e outra aberta ao público.

À frente da empresa Abreu Entretenimento e um dos gestores do bloco, Pedro Abreu acredita que a questão financeira da prefeitura seja “indiferente” para o Biri Biri, que se mantém sem repasses da prefeitura. Ele teme, entretanto, pela manutenção de serviços essenciais na cidade e pela disponibilização de banheiros públicos. “O que nos preocupa é a limpeza e a segurança externa. Dentro não há problema”, garante.

Transição
O presidente da Câmara Municipal de Diamantina, Maurício da Paixão Maia assumiu interinamente a prefeitura a após a chapa do prefeito eleito, Dr. Paulo Célio, ter sido indeferida. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o político chegou a ser diplomado, mas o documento foi tornado nulo depois de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indeferir a candidatura do vice Gustavo Botelho.

Na quinta-feira (10), Maia decretou estado de emergência financeira e administrativa pelo prazo de 60 dias. Segundo consta no texto, o município se encontra próximo da falência pública, com funcionamento de alguns serviços, como a coleta de lixo, prejudicados. De acordo com a assessoria da prefeitura, somente cerca de 10% dos 1.568 funcionários receberam os salários de dezembro do último ano.

Procurado pelo G1, o ex-prefeito de Diamantina Padre Gê afirmou que a prefeitura funcionou normalmente até o dia 31 de dezembro. Em relação à dívida do município, ele disse que há alguns parcelamentos normais em fins de mandato. Padre Gê acrescentou que se colocou à disposição da atual gestão.

Segundo o TRE, ainda não há data para a realização da nova eleição no municipal.

Fonte: G1

Adeltur garante realização do Carnaval em Diamantina

Fonte: Perfil da Adeltur no Facebook – clique aqui, via Passadiço Virtual

NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE O CARNAVAL 2013: Prezados, gostaria de informar a todos que temem a não realização do Carnaval 2013 na cidade de Diamantina que este evento SERÁ REALIZADO! As reuniões que estão acontecendo sobre este assunto estão pontuadas no planejamento e organização deste evento, bem como recursos financeiros para que este seja realizado de forma segura e bem organizada. A mídia e muitas pessoas estão comentando sobre um possível cancelamento do Carnaval 2013 visto que o prefeito em exercício, o Sr. Maurício Maia, decretou estado de calamidade pública devido a falta de recursos financeiros e pagamentos em atraso dos servidores públicos municipais. A Comissão Permanente de Carnaval está trabalhando para proporcionar a todos os foliões um carnaval com qualidade! Qualquer novidade, publicarei aqui no facebook da Adeltur Diamantina. Cordialmente, Elaine Santos Teixeira - Turismóloga/ Gestora ADELTUR.

Do G1 MG, via Blog do Banu

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger