quinta-feira, 10 de novembro de 2011

PRECONCEITO: REITOR DA UFVJM QUER MUDAR NOME DA NOSSA UNIVERSIDADE

O Reitor da UFVJM - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Pedro Ângelo, convocou um plebiscito para mudar o nome da Nossa Universidade. Ele acredita que o nome dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri é inadequado com a aprovação dos campi em Janaúba, no norte de Minas e Unaí, no noroeste.



Acontece que foi o próprio Reitor que propôs a instalação dos dois campi na Nossa Universidade, preterindo o projeto original e manifestação oficial de interesse de Capelinha, Araçuaí, Itaobim e Almenara em sediar campus universitário.

A proposta do Reitor Pedro Ângelo foi aprovada no dia 04.11 pelo CONSU - Conselho Universitário, marcando o dia 24.11 para o plebiscito.

Esta é considerada mais uma decisão autoritária da direção da UFVJM que desconhece a história de luta do povo do Vale por mais de 30 anos.

Preconceito contra o Vale

Na reunião do CONSU, quando foi aprovado o plebiscito, um professor, aliado do Reitor, disse que a mudança do nome favorecia aos próprios alunos. E acrescentou: "Já pensou um dos nossos ex-alunos concorrendo com um aluno da USP - Universidade de São Paulo? Na hora da decisão vão comparar a origem Jequitinhonha e Mucuri, uma região com o estigma de fome, miséria e doença de Chagas. Nosso ex-aluno sairá perdendo", segundo Conselheiros presentes e filhos do Vale na assistência.

De imediato, alguns conselheiros protestaram para que respeitassem o povo do Vale que sofre consequências do abandono do Estado, vivendo baixas condições de vida.

Este debate está fervendo nas redes sociais e em muitas reuniões na região.

Eis o comunicado do Reitor. Preste atenção que Ele já sugere qual nome Ele prefere: o de JK. Por que não Universidade Federal Presidente Lula, ó Reitor?

"O Conselho Universitário (Consu) reunido nesta data decidiu pela realização de um plebiscito voltado para uma consulta junto à comunidade acadêmica sobre a possível mudança de nome desta Instituição, ou seja, considerando a inclusão de dois novos territórios como áreas de atuação da UFVJM passou a ser vislumbrada a possibilidade da mudança de nomenclatura desta Universidade.

O plebiscito será realizado no dia 24 de novembro do corrente mês junto a cada Unidade Acadêmica e coordenado pelas respectivas Congregações/Diretorias e constará de uma cédula contendo o questionamento NÃO ou SIM (à mudança de nome). Em optando pelo SIM, o eleitor indica com um X no quadro ao lado da respectiva proposta de nome, p. ex.:

___ NÃO
_X_ SIM
___ Universidade Federal Guimarães Rosa (UFGR)
_X_ Universidade Federal Juscelino Kubitschek (UFJK)
___ Etc.

A Reitoria da UFVJM disponibilizará uma urna para os Servidores Técnicos Administrativos não vinculados às Unidades Acadêmicas, que ficará disponível no saguão do andar térreo do prédio das 8h00 às 19h00.

As opções de nomes para uma nova designação da Universidade serão escolhidas espontaneamente por membros da comunidade que deverão encaminhar suas propostas à Diretoria da respectiva Unidade Acadêmica no período de 7 a 11 deste mês de novembro e as propostas colhidas pelas Diretorias devem ser encaminhadas para a Secretaria Geral do Consu, que providenciará as cédulas para o plebiscito do dia 24 subsequente.

Diamantina, 4 de novembro de 2011
Prof. Pedro Ângelo Almeida Abreu


Presidente do Consu"Embora esta comunicação seja oficial não foi publicada no site da UFVJM. A maioria dos estudantes desconhece tal decisão.

Além disso, como pode uma Universidade que tem por princípio produzir e difundir o conhecimento científico marcar um Plebiscito para mudança de um símbolo, sem debates, sem fundamentação, sem reflexão?

Um nome é a marca de uma identidade, ensinam os manuais básicos da psicologia e antropologia. Identidade de uma instituição, de uma pessoa, de um lugar, de um território demora anos, décadas e até séculos para se instalar e se tornar referência.

Por que mudar o nome da Nossa Universidade em apenas 20 dias?

São perguntas que o Reitor Pedro Ângelo, que é cearense e faz parte de uma elite acadêmica segregadora e preconceituosa, deveria responder ao mundo científico, aos estudantes do Vale que são maioria na UFVJM, e principalmente, a todo o povo dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.O projeto de criação da UFVJM - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri foi aprovado pelo Congresso Nacional em 2005, com o aval do Ministério da Educação e do Presidente Lula, depois de dois anos de debates, tendo como base um projeto de lei do ex-deputado federal Carlos Mota, natural de Minas Novas.


Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger