sábado, 5 de novembro de 2011

Manifesto do Vale do Jequitinhonha

 O povo do Jequitinhonha vivencia um momento ímpar em sua história e deseja compartilhá-lo com aqueles que lutam pela superação de todas as formas de desigualdades sociais.



A recente notícia de expansão da Universidade Federal dos Vales Jequitinhonha e Mucuri, à revelia de seus territórios, resultou em grande mobilização política em torno de um mesmo propósito: hoje o Jequitinhonha luta unido para a inserção de pólos universitários ao longo de seus 71 mil km². Esta luta está em curso desde agosto/2011.
A partir daí, temos manifestado publicamente a nossa pulsante indignação face à decisão arbitrária e preconceituosa do MEC/SESU e Reitoria UFVJM ao ignorar nossas demandas pela Educação Superior, bem como nosso repúdio à capciosa tentativa de alterar o nome de Nossa Universidade.

Além disso, manifestamos nossa determinação em lutar por todos os direitos que têm sido historicamente retirados do povo Jequitinhonhense. A política do Estado Brasileiro - em quaisquer de seus modelos- gerou um passivo social que os filhos do Vale exigem reparação. A forma de reconhecer sua omissão é a imediata aprovação pelo MEC da instalação de pólos da UFVJM até 2015, construindo a base necessária para a transformação social do nosso território.

Os pólos terão como sedes as cidades de Minas Novas/Capelinha, Araçuaí/Itaobim e Almenara.

Por oportuno, manifestamos que não aceitaremos que formadores de opinião – inocentes úteis ou não - nos impinjam sua versão maniqueísta acerca de nossa história. Somos muito mais que miséria, artesanato, urnas e força de trabalho a preços módicos. Somos produto de uma divisão do trabalho regional que privilegia o Sul em detrimento do Norte.

Queremos uma nova simbologia para o Vale do Jequitinhonha: que seu outro lado seja visto! Que suas potencialidades venham à tona! Que o massacre da negação do Estado seja discutido! Que pesquisas ou reportagens a seu respeito não se esgotem na constatação da pobreza como fato natural, mas, que respondam perguntas: por quê? A quem interessa?

Doravante, construiremos outro signo para o Jequitinhonha! Este deverá se atrelar às novas formas de investimento de longo prazo para além do agrobusiness, os quais privilegiem um novo modelo de desenvolvimento sustentável baseado na produção do conhecimento em consonância com sua biodiversidade, nela incluída o ser humano.

Por conseguinte, o acesso facilitado à Educação Superior Pública torna-se imperioso, assim como investimentos em conhecimento, tecnologia e informação, tal como ocorreu em Minas ao Sul quando da instalação do “Vale do Silício mineiro” (Vale do Sapucaí).



O Vale do Jequitinhonha, se plantando a educação pública de qualidade guardará o germe do que, em futuro próximo, transformar-se-á em celeiro de informação e cultura, e, potencialmente um diferencial para Minas e para o Brasil.

Por que não? Não foi assim no sul de Minas? Somos um milhão de brasileiros com identidade e culturas próprias, que quer viver, brilhar, ser feliz no lugar em que nasceu: o Vale do Jequitinhonha.

Esta é a nossa Luta!

Movimento A UFVJM é nossa!

Este Manifesto poderá e deverá ser reproduzido e discutido em reuniões, salas de aula, encontros e espalhados por todos os espaços. Os meios de comunicação podem e devem divulgá-lo para que o povo do Vale do Jequitinhonha se una em torno de princípios de luta e denuncie o desprezo do Estado Brasileiro (governos estadual e federal) pelo seu desenvolvimento sustentável.

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger