quarta-feira, 2 de novembro de 2011

ALERTA DE ESQUISTOSSOMOSE NO VALE DO JEQUITINHONHA


Nos próximos dias, o MS vai liberar quase dois milhões para as cidades brasileiras com maior risco da doença. 

A situação mais crítica do País é no município vizinho de Malacacheta, Vale do Mucuri, em Minas Gerais: mais da metade da população, segundo o Ministério da Saúde, tem a doença. São 54,83%


É seguida de Santa Maria do Salto, Vale do Jequitinhonha, em Minas (47,24%), Itapemirim, no Espírito Santo (38,80%) e Itajubá, na Bahia (36,55%). 

Reação inicial à penetração de várias larvas na pele do braço. Por cada marca entrou uma larva. Fonte: CDC - Wikipédia

O médico Henrique de Oliveira Costa apresentou, no Congresso, um estudo desenvolvido pelo Departamento de Patologia da Universidade Estadual de Ciências da Saúde (UNCISAL), junto com outros profissionais, entregue à Secretaria de Saúde do Município de Maceió. 


A pesquisa ampla, aliada a uma proposta de trabalho para diagnóstico e tratamento, serviu para estruturar um novo programa de erradicação da doença. “Desde então diminuímos muito a ocorrência da esquistossomose em Alagoas, a ponto de termos atingido níveis aceitáveis pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e surgir como referência para outros países”, afirmou o patologista. 


“Porém, o serviço foi descontinuado e hoje já se percebe um aumento significativo de novos casos e, em breve, estaremos encontrando, cada vez mais frequentemente, pacientes com as complicações tardias da doença", disse. 



Segundo o MS, a esquistossomose mata mais que a dengue no Brasil. Em 1997 o Ministério da Saúde registrou 44.858 casos, enquanto no ano de 2010, a 
a estimativa foi de 10.329 casos confirmados. Além da redução em mais de 50% das contaminações, existem estados em que a esquistossomose está praticamente erradicada. 

A esquistossomose é a forma mais grave de parasitose- por organismo multicelular- chegando a morte. A doença é transmitida pela água, através do
 Schistosoma Mansoni, em regiões sem saneamento básico ou abastecimento precário. 

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger