terça-feira, 26 de julho de 2011

IPHAN realiza oficina de normatização para áreas tombadas. Diamantina-MG será uma das beneficiadas

O Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização do Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em conjunto com a prefeitura de Cáceres, realizará de hoje a quinta-feira, 25 a 28, na sede da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo (Sematur), a Oficina de Normatização de Áreas Tombadas.
Passadiço da Glória
O encontro contara com a participação de 20 técnicos da instituição que atuam nas superintendências de Goiás, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Distrito Federal e Mato Grosso e do diretor do Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização (Depam-Iphan) Dalmo Vieira e do Superintendente IPHAN em Mato Grosso, Claudio Quoos Conte.

Segundo o secretário de Meio e Ambiente e Turismo, Sandro Miguel da Silva Paula, a iniciativa é dedicada à capacitação do corpo técnico do IPHAN, visando o aprimoramento dos procedimentos de gestão do patrimônio cultural tombado, bem como propiciar oportunidade a capacitação de pessoal da prefeitura para atuar na orientação e fiscalização do centro histórico no município.

Leia Mais!



Durante os três dias de oficinas serão abordados os aspectos legais da atuação do IPHAN nas cidades históricas, incluindo o tema da delimitação e revisão de poligonais de tombamento e de entorno.

Também estará em discussão o compartilhamento de responsabilidades entre governo federal e as administrações dos estados e municípios, bem como o papel da participação popular.

Ainda durante o evento, será apresentado o estudo de caso Cáceres, recentemente reconhecido como patrimônio arquitetônico, cultural do Brasil como experiência de elaboração de normativas.

Para o prefeito Túlio Fontes, a realização das oficinas, envolvendo todas as superintendências da região Centro Oeste, mostra a importância que foi o reconhecimento cultural de Cáceres em nível nacional em 2010 e o ganho futuro que a cidade terá.

Paralelamente ao encontro, haverá um espaço onde uma equipe de servidores da prefeitura e historiadores terão oportunidade de manter contato e trocar experiências.

Estão hoje sob proteção do IPHAN, através do tombamento, mais de 94 conjuntos urbanos, situados em 70 cidades brasileiras como Brasília, Olinda, Ouro Preto, Tiradentes, Diamantina, São Luis, Parati e Laguna, Cáceres, dentre outras.

Alguns desses conjuntos formam núcleos históricos, como os de Salvador, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belém e Recife. Outros formam parques históricos como os sítios de Guararapes e São Miguel das Missões.

Fonte: Jornal Oeste

Sobre o Autor: Bernardo Vieira
  • Perfil Completo
  • Website | Google+ | Twitter | Facebook
    Bernardo Vieira

    Sou mais um apaixonado pelo Vale do Jequitinhonha e suas riquezas. Venho, através deste blog, tentar expandir a cultura do vale, bem como trazer novidades e coisas úteis em geral. Formado em Administração pela UFLA - Universidade Federal de Lavras e Funcionário Público Estadual (TJMG). contato pelo email: nabeminasnovas@yahoo.com.br ou bernardominasnovas@hotmail.com.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do Blog.Não serão aceitos comentários ofensivos, de baixo calão.

    Blogger Themes

    2leep.com

     
    Powered by Blogger